Fim do romance?

Pantanal: Tibério desiste de matar Tenório e Muda desfaz noivado

Tibério vai negar matar Tenório para vingar o pais de Muda. A jovem ficará chateada por ser contrariada e dirá que não vai mais casar com ele

Aline Torres
Repórter do EM OFF

Muda (Bella Campos) vai demonstrar cada vez mais que é uma jovem de personalidade forte ao lidar com seu noivo, Tibério (Guito). A amiga de Juma (Alanis Guillen) ainda não esqueceu do real motivo que a fez chegar de tão longe para o Pantanal: vingar a morte do pai. A moça não quer desistir da ideia de matar Tenório (Murilo Benício).

Ao conversar com o amado, Muda falará sobre a vingança que ele havia prometido para poder se casar com ela. A jovem vai relembrar o peão da missão que ela havia estipulado para o enlace, mas vai receber a negativa do amado: “Foi uma promessa que eu fiz pra mãe…”, explicará a jovem órfã.

Tibério não abaixa a guarda e tenta fazer com que a noiva esqueça a tal vingança de morte: “Ocê sabe o que é matá uma pessoa? Sabe o peso que tem ocê tomá a vida de argúem? É uma coisa que fica pro resto da vida…”. Muda vai usar o nome de Juma Marruá para que o noivo aceite a missão: “Quem vai matá ele vai sê ocê”, avisará a moça.

Sem pensar duas vezes, Tibério continuará dando a negativa para a amada: “Ocê que me descurpe… Mais eu num vô atrais de ninguém, que num sô jagunço, sô um peão…”, declarará o peão da fazenda de José Leôncio (Marcos Palmeira). “Então eu num me caso mais ocê…”, responderá a jovem órfã.

Tibério ficará amuado já que ama Muda, mas não pretende mudar de opinião: “Quero… Muito. Eu te quero até demais… Mas esse preço eu num vô pagá!”, avisará. A jovem saíra do local triste e chorando por ser contrariada. Será se Muda vai finalmente esquecer sua vingança para viver o amor com Tibério?

“Pantanal” é uma novela escrita por Bruno Luperi, baseada na novela original escrita por Benedito Ruy Barbosa e exibida originalmente pela extinta Rede Manchete. A direção artística é de Rogério Gomes, direção de Walter Carvalho, Davi Alves, Beta Richard, Cristiano Marques e Noa Bressane. A produção é de Luciana Monteiro e Andrea Kelly, e a direção de gênero é de José Luiz Villamarim.