Fechar
Tiro errado!

Pantanal: Velho do Rio fica entre a vida e a morte após levar tiro

Muda vai pensar que vai atirar na onça que rodeia a tapera, mas vai acabar acertando o Velho do Rio que vai ficar entre a vida e a morte

Aline TorresRepórter do EM OFF

As surpresas não acabam em “Pantanal”. Dessa vez uma das entidades das terras pantaneiras ficará entre a vida e a morte após receber um tiro de espingarda. O Velho do Rio (Osmar Prado) vai ser atacado por Muda (Bella Campos). No entanto, a jovem não vai saber que o tiro que der, irá acertar o homem.

Tudo vai começar quando, após ficar sozinha na tapera do Pantanal depois de Juma Marruá (Alanis Guillen) ir para o Rio de Janeiro com Joventino (Jesuíta Barbosa), a moça vai passar a ficar preocupada por estar sozinha em um lugar tão inóspito. A onça que tem o espirito de Maria Marruá (Juliana Paes), começará a rondar a tapera.

A mãe de Juma aparecerá um dia em que a jovem que busca vingança, estiver completamente solitária no local. Com medo, Muda ficará o tempo todo com a arma na mão para se proteger do animal perigoso. Vendo a cena, o Velho do Rio transformado em sucuri, tentará dissuadir a onça, para que vá embora dali.

Sentindo a aproximação da onça na casa, a jovem acabará dando um tiro através da porta que ao invés de pegar no animal, acerta em cheio o Velho do Rio. O homem ficará debilitado e lutando para viver. Quem vai encontrar o homem ferido vai ser um novo personagem da trama, Xeréu Trindade, vivido por Gabriel Sater. Ele é quem vai cuidar do velho na tentativa de o manter vivo.

Continua após a publicidade

Jove em cima de um cavalo?

Após voltar da tumultuada viagem para o Rio de Janeiro, Jove voltará para a tapera de Juma (Alanis Guillen) nas terras pantaneiras do pai José Leôncio. Ao saber do retorno do filho, o fazendeiro não vai gostar nada de saber que o rapaz vai ficar com a moça selvagem na tapera e sai em busca de Jove.

Quando chegar ao local, Zé Leôncio e Tibério (Guito) encontrarão Juma e Muda (Bella Campos) e perguntarão sobre o rapaz que não estará no local naquele momento. Jove terá decidido dar uma volta sozinho pelo Pantanal, quando encontrará o cavalo selado por Juma dias antes. Ao ver o animal, ficará com medo.

É quando uma voz do além o assusta dizendo: “Nem parece meu neto”. Logo em seguida, quem aparece é o Velho do Rio (Osmar Prado) que apesar de ter assustado ainda mais o jovem, o deixará encantado com a novidade. Em seguida, Jove afirmará que ele não é peão para montar em um cavalo, mas receberá a invertida do avô:

“Claro que é. Ocê só num sabe disso… Ainda. Pronto, agora monta”, dirá o Velho do Rio que ali mesmo, ensinará o neto a cavalgar pelas terras do Pantanal. Confiante com o auxílio do avô, Jove tomará coragem e subirá no animal, dando início aos primeiros momentos como um peão. “Sem medo… O bicho num pode sentí que ocê tem medo dele… No medo ninguém pode confiá”, reforçará o avô.

É então que Jove vai pegar confiança em si mesmo e vai cavalgar a caminho da tapera de Juma para mostrar a novidade. Quando está a caminho, Juma, Muda, Tibério e Zé Leôncio escutarão as galopadas do cavalo cortando as terras pantaneiras. A jovem Marruá se assustará e pegará a arma, sem saber de quem se trata.

Logo em seguida, a fisionomia de Jove poderá ser vista por todos alí. “Eu num tô acreditâno nisso… É ele?!”, dirá Juma, assustada com a novidade, já que sabe que o amado até pouco tempo tinha medo de cavalos. O pai abismado também duvidará que possa ser o filho em cima do animal: “Num pode sê!”, dirá Zé Leôncio assim que o filho voltar de forma triunfal para a tapera.