novelas

Saiba detalhes de ‘Vai na Fé’, primeira novela evangélica da Globo

A trama que terá Sheron Menezzes como protagonista, será ambientada no universo evangélico

Jean Telles
Repórter do EM OFF

A Rede Globo prepara para o próximo ano, sua primeira trama voltada para o público evangélico. Prevista para estrear em janeiro de 2023, a novela “Vai na Fé”, da autora Rosane Svartman, irá substituir “Cara e Coragem”. O folhetim que terá direção de Paulo Silvestrini (Avenida Brasil e A Regra do Jogo), já teve alguns detalhes revelados. 

A trama irá girar em torno da protagonista Solange/Sol uma mulher batalhadora, que luta para sustentar seus filhos após o período da pandemia. Para isso, a personagem que será interpretada pela atriz Sheron Menezzes, irá vender quentinhas no Centro do Rio de Janeiro. Para atrair clientes, Sol irá produzir propagandas, introduzindo o funk em suas vendas.

Até que um dia, toda a sua vida muda, depois da trabalhadora conhecer um famoso produtor. O título da próxima novela das 19h, já mostra que a Globo pretende investir pesado no público protestante. A protagonista de “Vai na Fé”, será uma adepta a religião muito popular no Brasil. 

A novela de Rosane Svartman, “Vai na Fé” terá ainda, pastores e promete mostrar como funciona a doutrina evangélica. A atriz Regiane Alves, é cotada para integrar esse núcleo, segundo informações do site Observatório da TV.  

Ao ser descoberta por produtores de funk, Sol receberá uma proposta irrecusável e precisará lidar com um dilema, já que é evangélica e muita apegada a sua religião, mas está lotada de dívidas acumuladas. Outra atriz que foi confirmada na próxima trama cristã da Rede Globo, foi Carolina Dieckmann. Maiores detalhes sobre a personagem ainda não foram revelados, mas acredita-se que Dieckmann irá atuar no mesmo núcleo da protagonista de Sheron Menezzes, em “Vai na Fé”.

Segundo uma apuração do site Na Telinha, foi o diretor da alta cúpula da Rede Globo, José Luiz Villamarim, que pediu para que autores da emissora dos Marinho, projetos que abraçassem o público evangélico, tendo em vista a ascensão da religião no Brasil. Atendendo ao pedido, Rosane Svartman, estruturou “Vai na Fé”, em torno da protagonista, que é advogada e também evangélica.