Fechar
MUITA PRESSÃO

Power Couple: Record exibe humilhação e Brenda chega no limite

Brenda Paixão ficou magoada com as ofensas no ‘Power Couple Brasil 6’. A edição da Record mostrou a ruiva fora de si

Adriel MarquesRepórter do EM OFF

Brenda Paixão, ex-participante do Brincando com Fogo, transmitido pela Netflix Brasil está sendo levada ao extremo em seu novo confinamento. Ao lado de Matheus Sampaio, a ruiva compete por uma bolada em dinheiro no Power Couple Brasil 6. O reality de casais da Record se superou na baixaria e barraco, uma edição marcada por desistência e agressões verbais, assim como no Big Brother Brasil 22 (Globo).

A edição da última terça-feira (7), intitulada de Mulheres Power, mostrou as famosas e anônimas competindo entre si fora da Mansão Power. Já os maridos permaneceram na sala de estar, acompanhando a prova e desempenho das esposas, noivas ou namoradas. Uma espécie de rampa gigante foi montado em um campo e as competidoras precisavam pegar no mínimo três rosas de cinco penduradas. Uma dinâmica de resistência, sem desistir até o tempo acabar.

O primeiro bloco mostrou o estresse entre Brenda Paixão e Matheus e Sampaio, ainda repercutindo o Quebra-Power. A ruivinha precisou ser consolada por Adryana Ribeiro e Albert Bressan, aliados na competição. O estresse e humilhação que a subcelebridade passou existe nome e sobrenome: Karoline Menezes e Mussunzinho. Os rivais debocharam da oponente ao máximo e levantaram uma suposição pesada.

“Está nítido que ele está diminuindo ela como mulher, perante o Brasil inteiro. Ao invés dela entender que ela não tem mau hálito ou bafo de cocô”, disparou Sampaio para Albert. Na sala de depoimentos, Brenda Paixão se abriu: “Eu tenho vergonha de falar isso, porque sou uma mulher muito vaidosa. Eu trabalho com a beleza e sou muito higiênica. Pela segunda vez ali, Karol e Mussunzinho falaram que eu tinha um bafo de cocô”.

Continua após a publicidade

“O que eles fazem… esses dois [Karol e Mussunzinho], desde o início me afeta muito. Tudo bem, eu estou caindo no jogo deles. Mas era o que eu queria fazer. Ele [Matheus] já está desde o início falando pra eu não ter mais embate com essa guria, só que eu não tenho sangue de barata. E é a segunda vez que eles falam de mim, os dois e falam que meu marido me bate. Ele nunca encostou um dedo em mim. Ele não enxerga que eu estou querendo defender”, esbravejou Brenda para Adryana Ribeiro.

“Ela quer rebater? Pra quê? Deixa o público interpretar. Já está mais que interpretado”, continuou Matheus Sampaio para Albert. Karoline Menezes, também chamada de Karol, detonou Brenda por trás como sempre faz. Em uma conversa com Anne Duarte, a vilã da edição, comentou sobre uma situação também no Quebra-Power.

Paixão teria abordado preconceito e capacitismo, já que a mulher de Mussunzinho usou a expressão “João sem braço”: “Ela é um ser humano ruim. Ela levanta pautas e coisas para atacar o outro, banalizando coisas e causas importantes e isso fere. Entendeu? Fere quando a gente não é de acordo com a fala do outro. Eu não sou de acordo com o que ela falou, porque eu não fiz isso, não nesse intuito e sentido. Estou falando referente a casa e não referente a causas”.