Fechar
SUCESSO

Baseado no game DotA 2, novo anime da Netflix estreia cheio de cenas épicas

O tão esperado e épico anime do Netflix, deixa telespectadores ansiosos para um segundo arco.

Neto MacielRepórter do EM OFF

Baseado no game DotA, jogo muito popular nos computadores lançado em 2003, a Netflix lançou ontem (25) o anime Dota: Dragon’s Blood. A animação é basicamente o reflexo do jogo… Ou era para ser. CUIDADO, ESSE TEXTO CONTÉM SPOILERS.

Logo no seu primeiro episódio (A Voz do Trovão), o anime mostra épica abertura, onde aparece uma espécie de mago ou deus, segurando uma bola dourada com esferas flutuando ao seu redor.

Esse suposto “deus” é Oráculo, um mago muito poderoso de inteligência incrível e poderes que são capazes de destruir a realidade. Diferente da série, no jogo o Oráculo é um personagem de suporte que tira buffes (um tipo de vantagem que dá ao personagem uma melhoria que também o deixa capaz de usar em outro personagem) e impede que os inimigos ataquem seus aliados.

Aparentemente o anime não vai ser tão fiel ao jogo, o que deixou alguns gamers frustrados, porém, quem é fã de anime, com toda certeza ficará ansioso para segunda temporada, depois de assistir o último episódio da primeira temporada de Dota: Dragon’s Blood.

Continua após a publicidade

Entenda o enredo

A série conta a história de uma princesa chamada Mirana, que escolheu deixar seu clã do ”Bosque de Noiteprata” para encontrar a elfa que roubou as relíquias mais raras de seu clã, as ”Flores de Lótus” que davam poderes ilimitados à deusa da lua Selemene.

Selemene é uma deusa que obrigava elfos e outros seres a adorá-la de forma possessiva. No decorrer de sua procura pelas flores de lótus, Mirana se encontra com o protagonista desse épico anime, Davion, o cavaleiro dragão. Ele fazia parte de um clã formado por assassinos sanguinários que matavam dragões.

Davion acreditava ser um grande cavaleiro dragão. Durante sua jornada até o encontro com a Princesa Mirana, ele matou cinco dragões e acreditava ter conseguido ter esse ”sucesso” por conta do ódio que o motivava. O anime mostra, logo no primeiro episódio, a incrível cena da luta entres dois dragões e Davion se vê presenciando esse combate.

E é na derrota de um segundo dragão que acontece uma das melhores cenas da animação. O momento em que ele é ”possuído” pelo espirito do dragão.

Segunda temporada?

Dota: Dragon’s Blood foi lançado nessa quinta-feira (25) foi produzido pela Valve, junto com a Netflix e participação do Estúdio MIR, uma produtora sul-coreana que já teve destaque com outros animes como Avatar: A lenda de Korra. O final eletrizante é a batalha da Deusa da Lua com o Demônio Terrorblade, nos deixando ainda mais empolgados.

O único problema desse anime, infelizmente, é a curta duração dos episódios: apenas 25 ou 26 minutos, fechados com oito episódios ao total. Finalizando as aventuras de Diana e o Cavaleiro dragrão Davion, o anime no geral, de forma satisfatória, consegue não somente nos prender com cenas épicas como também desperta curiosidades para conhecer o jogo.

Ansiosos com o lançamento de um segundo arco no anime, internautas especulam se a Netflix lançará um segundo arco. Infelizmente, a Netflix demora para divulgar possíveis continuações de  animes/séries, pois eles demoram semanas para analisarem os dados de audiência de suas  produções, para verem se vale ou não à pena.

Segundo o site ScreenRant, a produção do suposto segundo ato do anime já está em andamento. No serviço de streaming, os primeiros oito episódios são marcados como ”Livro 1”, implicando que novos episódios estão vindo. Além disso, o editor de animação Robert Burnett revelou que trabalhou em um total de 24 episódios, nos fazendo criar ainda mais expectativas com a continuação.

Tags Relacionadas: