Fechar
CNN

Âncora bilionário da CNN nega herança ao filho: ‘Se vira’

Anderson Cooper revelou que não deixará herança para o filho. A fortuna é de 200 milhões de dólares

Aline TorresRepórter do EM OFF

O âncora da CNN dos Estados Unidos, Anderson Cooper, causou estranheza entre os internautas e ouvintes do podcast “Morning Meeting”. Em entrevista para o programa matinal, o apresentador chocou ao afirmar que apenas ajudaria na faculdade, mas não daria um centavo de sua fortuna para Wyatt Morgan, seu filho de apenas um ano.

“Eu não acredito em repassar grandes quantias de dinheiro. Não sei o que terei [no fim da vida]. Não estou muito interessado em dinheiro, mas não pretendo ter algum tipo de pote de ouro guardado para o meu filho. Vou seguir o que meus pais disseram … ‘A faculdade será paga, e então você tem que seguir adiante’”

Para finalizar, Anderson Cooper ainda disse que o filho terá de “se virar” no futuro, reforçando que irá apenas bancar os estudos do garoto: “Pagarei a faculdade e você se vira”, relatou. Com 54 anos, o apresentador é um dos mais prestigiados e respeitados da TV norte-americana. O pequeno Wyatt foi concebido ´por meio de uma barriga de aluguel.

A fortuna do apresentador da CNN americana é estimada em U$ 200 milhões, o que equivale a mais de R$ 1 bilhão. Ainda durante a entrevista, Cooper, que vem de uma família de magnatas, os Vanderbilt, afirmou que ele apenas está reproduzindo o que viveu com sua família que fez a mesma coisa com ele.

Continua após a publicidade

O também correspondente do programa “60 Minutes”, da CBS, relatou que “só” recebeu U$ 1,5 milhão do espólio da socialite e estilista Gloria Vanderbilt, mãe de Cooper, após o falecimento dela em 2019. “Minha mãe deixou claro para mim que não havia fundo fiduciário, não havia nada disso. Não acredito em herdar dinheiro. Eu acho que é uma maldição”.

Recentemente, em outra entrevista, dessa vez concedida para o apresentador Stephen Colbert, Cooper revelou que a mãe, quando era viva e tinha 85 anos, se ofereceu para ser a “barriga de aluguel” do filho para que ele pudesse se tornar pai: “Um dia eu finalmente falei com ela, ‘mamãe, eu te amo, mas mesmo para você, isso é completamente maluco, apenas sem pé nem cabeça’. É uma bizarrice digna de Édipo em um outro nível”.

Anderson Cooper ganhou notoriedade em 2005 após a cobertura do Furacão Katrina. Em 2010, o âncora recebeu a Ordem Nacional de Honra e Mérito, honraria concedida pelo governo haitiano após a cobertura do terremoto no Haiti em 2010. Já ganhou 18 estatuetas do prêmio Emmy. Cooper é assumidamente gay desde 2012 e se tornou a primeira pessoa LGBTQIAP+ a mediar um debate presidencial nos Estados Unidos.