Fechar
Programa de TV

Após massacre nas redes sociais, Fátima Bernardes se retrata ao vivo

Programa da apresentadora foi alvo de críticas após quadro que tirava dúvidas sobre o universo LGBTQIA+

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Durante a exibição do “Encontro com Fátima Bernardes”, exibido na manhã desta sexta-feira (02), a apresentadora destinou um pequeno espaço do programa para se retratar após explicações, fortemente criticadas nas redes sociais, sobre a diferença entre pessoas transexuais e travestis.

O programa exibido na última quinta-feira (01) resolveu fazer um quadro abordando assuntos do mundo LGBTQIA+. A apresentadora recebeu um médico psiquiatra especialista em sexualidade e juntos respondiam e debatiam as principais dúvidas de pessoas que enviaram perguntas por meio de vídeos.

Com uma plateia virtual formada por pessoas LGBTQIA+, com suas histórias de aceitação e superação, o quadro mostrou cenas de casais homossexuais que foram temas em novelas da Globo. Foram várias perguntas respondidas pelo especialista e comentadas por Fátima Bernardes.

Dentre as perguntas que foram feitas ao médico psiquiatra Jairo Bouer, uma chamou atenção do telespectador, não pela pergunta em si, mas sim pela resposta que o especialista deu. No vídeo enviado, uma mulher gostaria de saber a diferença entre uma pessoa transexual e uma travesti.

Dr. Jairo respondeu que transexual é aquela pessoa que não se identifica com seu sexo biológico, definido em seu nascimento: “O corpo não se adequa a sua identidade, personalidade, ao seu jeito de ver o mundo. Então ele vai tentar buscar mudanças sociais, comportamentais, hormonais, e até às vezes cirurgias para tentar uma adequação do seu corpo a como se entende, se percebe”.

Com relação as travestis, o especialista disse que são pessoas que adotam hábitos do sexo oposto: “A travesti é uma pessoa que busca adotar hábitos sociais, roupas, comportamentos do sexo oposto, mas não necessariamente se sente aprisionada em um corpo ao qual não se identifica”.

Diante da explicação do médico, a apresentadora Fátima Bernardes perguntou se as travestis poderiam ser interpretadas como uma manifestação política e o doutor respondeu que sim. Os internautas não concordaram com a resposta e encheram as redes sociais de comentários negativos.

Após a repercussão negativa do que foi dito na atração exibida ontem (01), em um determinado momento do programa, exibido nesta sexta-feira (02), Fátima Bernardes interrompeu o papo com a convidada Juliette Freire e comentou sobre o ocorrido. A apresentadora explicou que tentou entender melhor o que precisava ser dito, mas não foi falado.

Hoje, não se estabelece uma diferença visível entre uma travesti e uma mulher trans, ambas se identificam como uma identidade feminina em todos os momentos da vida, 24 horas por dia, em todas as suas atividades. É diferente daquela pessoa que se monta, que se veste de mulher para apresentar sua arte, essas são então as drag queens”.

A apresentadora do “Encontro” continuou o discurso falando da importância de abordar o tema LGBTQIA+: “Eu fiquei muito feliz em ter tido essa oportunidade, de aprender um pouco mais. Foi uma semana muito importante para nós aqui do ‘Encontro’, nós tratamos de vários aspectos da evolução na legislação, nas conquistas LGBTQIA+ e é muito importante pra gente tratar desse tema, tornar isso cada vez mais natural, sempre com respeito a todas as pessoas, independentemente da identidade de gênero, da orientação sexual delas”.

Fátima finalizou dizendo: “Eu gostaria de me colocar a disposição e dizer que vocês podem sempre contar comigo e aqui com o ‘Encontro’”.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo