Arrependido

Apresentador da Band é advertido após homofobia e pede desculpas a Richarlyson

Ender Love disparou comentários homofóbicos contra Richarlyson

Paulo Henrique Lima
Repórter

Ender Love, apresentador da Band Paraná, debochou de Richarlyson após o ex-jogador declarar ser bissexual nesta sexta-feira (24). Durante o programa “Vida Alheia”, exibido para todo o estado, o contratado da emissora da família Saad disse não acreditar em bissexualidade e fez piada homofóbica com a torcida do São Paulo, clube em que o atual comentarista da Globo fez carreira e conquistou diversos títulos.

“Eu sinto cheiro de mexerica de longe. Ninguém tá te criticando se você é hétero, bi. Eu não acredito na bissexualidade. Ele tirou um peso das costas [risos]. Imagina isso no vestiário o trabalho que não dava”, disse ele, que em seguida disparou: “A única torcida do Brasil que não briga é a do São Paulo, porque ao invés de brigar, eles ficam vendendo Mary Kay, Jequiti e Avon na arquibancada.”

O EM OFF apurou com fontes que Ender Love foi advertido pela Band Paraná após o episódio. O apresentador gravou um vídeo em que diz fazer parte da comunidade LGBTQIAP+ e atribuiu suas falas desagradáveis ao momento de empolgação durante o programa de fofocas.

“Hoje, eu fiz um comentário um tanto quanto desagradável a respeito da comunidade LGBTQIA+, da qual eu faço parte, da qual eu sinto o preconceito todos os dias na pele. Foi falado sobre o pessoal do São Paulo, que eu tenho um respeito muito grande, tenho amigos que torcem para o São Paulo. Sou homem gay, sim. Defendo e sempre defenderei a causa”, iniciou.

O apresentador da Band completou: “Se errei, meu perdão para quem se sentiu ofendido. Errar é humano. Saber pedir perdão é para poucos. Foi um erro da minha parte, mas eu sempre lutarei por qualquer tipo de causa. A vida do Ender Love no meio LGBTQIA+ não começou agora. Desculpa, de verdade, eu sou um homem gay.”

Após se pronunciar, Ender Love apagou o vídeo publicado em seu perfil oficial no Instagram. Minutos depois, o comunicador gravou um novo pedido desculpas menos elaborado.

“Eu quero dizer, primeiramente, que sou homossexual assumido e sei todo o sofrimento que o homossexual passa durante a vida. Sempre lutei pela causa LGBT e luto até hoje no estado do Paraná. O meu programa é um programa caloroso e, às vezes, a gente sai da casinha, mas isso não me dá o direito de ofender. Se eu ofendi a torcida do São Paulo, desculpa. Se eu ofendi o nosso queridíssimo Richarlyson, desculpa também. Mas eu sempre falo que uma coisa errada que você faz, todo mundo critica. A minha história e os meus acertos com a comunidade LGBTQIAP+ foram mais de 5 mil acertos.”