SAÚDE

Apresentadora da CNN é afastada após diagnóstico para doença

Daniela Lima foi afastada do comando do "CNN 360º

Paulo Henrique Lima
Repórter

As emissoras de TV retomaram cuidado máximo com os protocolos de segurança e saúde contra a covid-19. A CNN Brasil, concorrente direta da GloboNews na disputa por audiência entre os canais de notícias por assinatura, teve que recorrer ao plano B para conseguir manter o “CNN 360º” no ar. Isso porque a jornalista Daniela Lima teve que ser afastada das funções por tempo indeterminado.

A apresentadora de um dos principais telejornais da grade de programação da emissora testou positivo para a doença após apresentar sintomas gripais. Em uma primeira testagem, o resultado deu negativo. No entanto, como manda o protocolo adotado pela empresa, ela teve que ser submetida a um novo teste. O resultado positivo fez com que a direção optasse por uma substituta por pelo menos uma semana.

Tainá Falcão foi chamada às pressas para assumir o comando do “CNN 360º”. Ela ficará no posto de apresentadora até que a colega se recupere dos sintomas gripais provocados pela covid-19 e um novo teste apresente resultado negativo. Nos bastidores do canal, os profissionais são orientados a usar máscara facial e álcool gel para evitar contaminação pela doença. Daniela Lima já tomou as três doses da vacina disponíveis para sua faixa etária.

“Boa tarde, gente. Seguindo o protocolo de retestar para Covid com persistência de sintomas, hj meu teste deu positivo. Estou bem. Sintomas leves. Chateada pq me cuidei mto, mas tranquila pq tenho as 3 doses de vacina q estão disponíveis pra minha faixa etária e com acompanhamento”, avisou a apresentadora, que está em isolamento social em São Paulo.

Daniela Lima atuou diretamente na cobertura da pandemia da covid-19. A apresentadora foi uma das responsáveis por entrevistar especialistas na área da saúde e atualizar o público sobre os dados da crise sanitária. O uso de máscara por ela só é dispensado no momento em que se encontra no ar para todo o Brasil. Nas redes sociais, é possível observar que a profissional não dispensa o uso da proteção nos bastidores.