EPTV

Apresentadora da Globo é afastada após complicações em quadro de saúde

Lucieli Dornelles foi substituída no comando do "EPTV1", da afiliada da Globo em Ribeirão Preto (SP)

Paulo Henrique Lima
Repórter

Lucieli Dornelles, apresentadora do “EPTV1”, da afiliada da Globo em Ribeirão Preto (SP), foi afastada de suas funções na emissora por problema de saúde. O jornalista Juliano Matos assumiu a apresentação do noticiário local. O profissional tem feito chamadas diárias que estão sendo veiculadas na faixa noturna da programação e redes sociais.

A titular, que também atua como editora de texto, sofre com uma infecção respiratória. O quadro se agravou nos últimos dias e ela ficou sem voz, o que atrasou o seu retorno ao telejornal. A âncora segue os tratamentos recomendados por um médico, mas tem interagido com o público em seu perfil no Instagram. Por lá, pediu orações para que possa se recuperar e retomar a rotina de trabalho na líder de audiência.

“No final do mês de maio, testei positivo. Nessa época, eu já estava um pouco rouca (alguns de vocês perceberam e até me mandaram mensagem falando) por causa de um refluxo somado a uma laringite, mas nada que me fizesse sair da apresentação. O que eu nunca imaginei, é que a infecção respiratória me faria ficar completamente sem voz. Aliás, logo descobri que esse é um sintoma bastante comum nessa quarta onda: perda total ou voz meio desafinada, sem constância no tom, sem firmeza”, iniciou ela, que ainda não tem previsão de retorno à “EPTV1”.

Para recuperar a voz, Lucieli Dornelles tem feito acompanhamento com um fonoaudiólogo. “Minha laringe ficou ‘seca’, é algo que os especialistas chamam de garganta da covid. Já passei por acompanhamento do otorrinolaringologista — estou tomando vários remédios indicados por ele para melhorar logo — e vejo a minha fonoaudióloga três vezes por semana: além dos exercícios de praxe, ela faz sessões de laser e de eletroestimulação.”

“A verdade é que tenho feito tudo o que está ao meu alcance para voltar a vida normal o mais breve possível, mas já fui avisada sobre a possibilidade desse processo de recuperação ser mesmo lento. É isso. Orem e torçam por mim! Em tempo: continuo trabalhando na EPTV, fazendo o que faço sempre, longe das câmeras: edição de texto! Obrigada, de coração, pelas mensagens de vocês.”