Fechar
Polêmica

Apresentadora do SBT fala de hormônio masculino em Lina e revolta fãs

Flor Fernandez causou polêmica ao dizer que Linn da Quebrada tem homônimo masculino

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

A participação de Lina (Linn da Quebrada) tem gerado polêmicas dentro e fora do “BBB22”. Se na casa participantes insistem chamá-la por pronome masculino, no mundo externo a realidade também não é diferente. No “Fofocalizando”, programa exibido pelo SBT, Flor Fernandez acabou falando demais ao comentar a repercussão da Prova do Líder de resistência do reality show.

Na disputa, os competidores precisaram segurar uma réplica gigante de batom que inclinava com o objetivo de dificultar a permanência de todos na prova. Internautas comentaram sobre a possibilidade de Pedro Scooby e Paulo André, atletas de surfe e 100m respectivamente, terem chances de conquistar a liderança por causa do rendimento nos esportes que praticam.

No “Fofocalizando” desta sexta-feira (25), os apresentadores repercutiram o assunto com naturalidade. No entanto, uma observação feita por Fernandez sobre o fato de Lin ser uma travesti repercutiu de forma negativa entre o público. Isso porque a comunicadora ressaltou que a cantora tem a testosterona, um hormônio produzido principalmente por homens.

“O Scooby e o PA são esportistas, então, eles são atletas de alto rendimento e sabem lidar com o corpo e seus limites. Eles treinam muito”, afirmou Chris Flores, quando foi interrompida pela colega de trabalho que fez uma observação desagradável. “Mas por mais que a Lina tenha um pouco mais de testosterona, ela não treina, ela é um pouco delicada. Eu acho que ela não ia aguentar…”, disse.

Continua após a publicidade

Após a fala, a apresentadora do SBT caiu na real de que teria dito algo errado e que poderia gerar reprovação dos fãs. Visivelmente sem graça, a integrante do “Jogo dos Pontinhos”, quadro do “Programa Silvio Santos”, tentou se corrigir. “Fica aí Linda, ganha!”. No estúdio, os colegas da apresentadora aparentemente notaram o deslize, mas não a corrigiram no ar.

Nas redes sociais, a repercussão negativa da fala de Flor Fernandez foi imediata. “Só com exame médico pra saber, mesmo mulheres que nascem biologicamente podem ter a testosterona alta”, disse Ariane Russo sobre a famosa ter comentado uma questão sem ser profissional da saúde. “A transfobia vestida de comentário, esse povo está saindo do bueiro”, disparou Gabi Sn. “Pela fé, comentário na a ver com nada!”, falou Fábio Sousa.

Apesar de ser criticada, a apresentadora do SBT também teve apoiadores. “Lina e as comadres estão sempre falando que é desigual competir com o PA e Scooby por serem atletas, mas se parar para pensar”, disse Arthur Gaspar. “Ela mentiu? Lina é mulher, mas tem sim mais testosterona!”, defendeu Gledson Gama.

Após mais 15 horas de Prova do Líder, Pedro, PA e Douglas Silva desistiram da competição. Com isso, Lina se tornou Líder pela primeira vez. Ela é a primeira travestir a ocupar o status mais cobiçado do “BBB22” na história do programa.