Fechar
para 2026

Apresentadora veterana poderá substituir Ana Maria Braga nas manhãs da Globo

Sandra Annenberg é o nome que está mais cotado para substituir Ana Maria Braga após o fim de seu contrato em 2025

Aline TorresRepórter do EM OFF

A dança das cadeiras na Globo está longe do fim. Muitos veteranos ou estão de saída, ou se aposentarão em breve. Mesmo com contrato firmado até 2025, o nome da suposta substituta de Ana Maria Braga já está sendo comentado nos bastidores da emissora. Sandra Annenberg foi considerada a mais provável para a ocupar a vaga.

Segundo o colunista André Romano, do Observatório da TV, o mercado publicitário demonstrou interesse no nome da ex-âncora do “Jornal Hoje” após fazer uma pesquisa interna para saber os prováveis nomes que poderiam substituir Ana Maria. A busca era um nome feminino que conseguisse conversar com o mesmo público da apresentadora do “Mais Você”.

Sandra também possui o contrato vigente até 2025 nesse primeiro momento e está prevista para permanecer mais quatro anos a frente do “Globo Repórter” nas noites de sexta-feira. No futuro, a data poderá ser postergada para que ela assuma o lugar da mãe do Louro José. Essa é uma forte suposição antes de sair qualquer novidade sobre o assunto.

Além da apresentadora de 53 anos do jornalístico documental, alguns outros apresentadores renovaram contrato por até 2023, podendo obter a renovação para até 2025, como André Marques, Fátima Bernardes, Pedro Bial, Márcio Garcia, Luciano Huck, Fernanda Gentil, Willian Bonner, Ana Paula Araújo, Patrícia Poeta, Ana Furtado, César Tralli e Maju Coutinho.

Continua após a publicidade

Com a carreira iniciada na televisão como atriz, Sandra Annenberg decidiu estudar jornalismo e partiu para a profissão que lhe daria fama. Mesmo tendo atuado com grandes nomes como Glória Menezes e Tarcísio Meira, foi no jornalismo que ela encontrou real admiração e amor pela profissão e de lá não saiu até hoje.

Ganhou notoriedade quando começou a apresentar o quadro meteorológico no “Jornal Nacional”, ganhando cada vez mais espaço. Já apresentou o “Fantástico” ao lado de Fátima Bernardes e Celso Freitas. Ela, inclusive, apresentou o programa durante a cobertura da morte de Ayrton Senna em 1994.

Em seguida, tornou-se apresentadora e produtora-executiva do “SPTV 1ª edição” assim que voltou para São Paulo. Foi correspondente internacional em Londres, quando retornou ao Rio de Janeiro para comandar o “Jornal Hoje”, jornalístico que lhe deu fama nacional e a tornou querida pelos telespectadores brasileiros.

A partir de 2012, passou a comandar o programa “Como Será” que substituiu o “Globo Cidadania”. Em 2019, passou a apresentar o “Globo Repórter” ao lado de Glória Maria, depois de Sérgio Chapelin se aposentar. Desde então ela está apenas no comendo da atração das noites de sexta-feira, já que “Como Será” foi cancelado no final de 2019, agora estão sendo exibidas reprises nas manhãs de sábado por causa da pandemia.