Fechar
futebol

Band humilha Globo e vai a 32 pontos na audiência

Partida entre Palmeiras e Chelsea bateu recorde de audiência dos últimos 22 anos na Band

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

A Band massacrou a concorrência e ocupou a liderança na audiência durante a transmissão da partida entre Palmeiras e Chelsea, válida pela final do Mundial de Clubes, competição realizada nos Emirados Árabes. A emissora paulista chegou a marcar quase seis vezes mais que o índice registrado pela Rede Globo, que normalmente ocupa a liderança sem grandes ameaças nesse horário. A equipe inglesa venceu a brasileira por 2 a 1.

De acordo com dados prévios divulgados pelo jornalista Ricardo Souza, a Band assumiu a liderança na disputa pelo ibope na Grande São Paulo logo nos primeiros momentos da partida entre Palmeiras e Chelsea. Às 13h12, por exemplo, o Mundial de Clubes marcava 12,9 pontos de média. A Globo, com o Globo Esporte era vice, com 10 pontos. Os números, porém, não pararam de crescer.

Por volta das 13h38, a Band já marcava 21,7 pontos no ibope, contra apenas 7,3 pontos da emissora carioca. O SBT aparecia em terceiro lugar, com 3 pontos, e a Record TV em quarto, com 2,8. Nesse momento, a Bandeirantes mantinha um share (quantidade de televisores ligados) de 44%. Já às 14h04, a média era de 25,7 pontos e 49,2% de share.

Já no segundo tempo da partida, a audiência aumentou ainda mais. Às 15h04, a Band registou 30,9 pontos no ibope na Grande São Paulo (com 57% de share), muito longe da Globo, vice-líder no horário, com 5,4 pontos. A Record TV, com o Cine Aventura, marcava 2,6 pontos. O SBT, com o Programa Raul Gil, amargava a quarta posição com 1,4 ponto. Já às 15h17, a Band marcou 31,1 pontos.

Continua após a publicidade

Na prorrogação, após o empate por 1 a 1 no tempo normal, a transmissão elevou o ibope. Às 15h41, a Band marcava 31,7 pontos, contra 5,9 da Globo. Record TV, SBT e a soma dos canais pagos, ainda segundo o jornalista Ricardo Souza, não chegavam a 3 pontos no mesmo horário. Já às 15h59, já no final da partida, o índice foi aos 32.3 pontos.

A partida entre Palmeiras e Chelsea alcançou a maior audiência registrada pela Band nos últimos 22 anos. O recorde anterior ocorreu em 2000, também numa final do Mundial de Clubes. Na ocasião, Vasco e Corinthians se enfrentaram e a emissora da família Saad cravou 36 pontos de média, contra 25 da Globo, que exibia o Globo Repórter. A Band chegou a cravar 54 pontos de pico naquela ocasião.

Segunda vez

Essa não foi a primeira vez que a Band ultrapassou a líder de audiência com uma partida do Palmeiras valendo pelo Mundial de Clubes. Na terça-feira (8), a partida entre a equipe brasileira e o Al Ahly, do Egito registrou um índice histórico para a emissora da família Saad. Antes mesmo da partida, a Bandeirantes registrou índices altos na audiência.

Durante o pré-jogo, a emissora paulista marcou média de 12,5 pontos no ibope. Já a partida em si elevou esse índice e fechou com média de 15,1 pontos. No mesmo período, a Globo transmitiu o Jornal Hoje, que fechou com sua pior média dos últimos sete meses: 8,7 pontos. Em seguida, a reprise de O Cravo e a Rosa também não foi suficiente para barrar a Band e fechou com 11,2 pontos de média.

Esses números fizeram com que a Band fechasse a média dia na terceira colocação pela primeira vez nos últimos 12 anos. A emissora do Morumbi abriu 1,1 de vantagem sobre o SBT, que tem consolidado a terceira colocação nos últimos anos. O resultado, que jogou a emissora de Silvio Santos para o quarto lugar na média registrada entre 7h e 00h, foi motivo de festa nas afiliadas da TV do Morumbi.

De acordo com dados consolidados da terça-feira (08), obtidos e divulgados pelo site TV Pop, a Band marcou 5,1 de média e por pouco não alcançou a Record TV, que obteve 5,6. O SBT, rival direta da emissora, obteve apenas 4,0, enquanto a Globo liderou com folga e anotou 13,5 pontos. Até mesmo outros programas, como o Brasil Urgente, surfaram no sucesso da partida.