televisão

Bolsonaro decide ir à sabatina da Globo e tem pedido negado pela emissora

Bolsonaro fez uma solicitação especial a emissora dos Marinho e teve seu pedido negado

Jean Telles
Repórter do EM OFF

O presidente da República Jair Messias Bolsonaro aceitou participar da sabatina do Jornal Nacional com os candidatos à presidência da República. O prazo para confirmar a presença na entrevista com Renata Vasconcellos e William Bonner era até a noite dessa quinta-feira (4). Quem divulgou a informação foi o filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro. 

De acordo com informações do colunista Igor Gadelha, do Metrópoles, Bolsonaro solicitou que a entrevista não acontecesse na bancada do jornalístico da Globo, mas sim nas dependências do Palácio do Planalto. A emissora dos Marinho negou a solicitação, informando que, pelas regras, não poderia atender ao pedido. 

Em nota, a Rede Globo explicou motivo da recusa da sugestão do presidente da República: “Em decisão tomada em 2014, logo após as eleições, a Globo definiu que todas as entrevistas em anos eleitorais seriam feitas em seus estúdios. A medida buscou demonstrar que todos os candidatos são tratados em igualdade de condições”.  

Isso porque, no ano de 2006, quando Luís Inácio Lula da Silva era presidente e tentava reeleição e em 2014, na vez de Dilma Roussef, o canal topou realizar a sabatina do Planalto. Mesmo que contrariado, o coordenador da campanha de Bolsonaro e o filho dele, confirmaram que o chefe do Executivo estará presente na entrevista marcada para acontecer no próximo dia 22 de agosto. 

Outro apoiador de Bolsonaro que também se manifestou sobre a entrevista do político no Jornal Nacional, foi o ex-secretário de Cultura, Mário Frias. O pré-candidato a deputado federal, convocou seus seguidores a assisterem a sabatina do presidente.

Atualização:

O “Jornal Nacional” informou através de seu site na madrugada dessa sexta-feira (5), que não irá mais entrevistar o presidente da República Jair Bolsonaro, pelo não cumprimento das regras estabelecidas para a entrevista. Leia o comunicado:

“O candidato Jair Bolsonaro (PL) não aceitou as regras da entrevista. Apesar de saber desde as entrevistas do g1 e da GloboNews que as sabatinas seriam feitas nos estúdios da Globo, a assessoria de Jair Bolsonaro (PL) pediu na quarta-feira (3) e na quinta (4) que a entrevista fosse realizada no Palácio da Alvorada”.

“Depois das eleições de 2014, porém, a Globo decidiu que sempre realizaria as entrevistas de todos os candidatos à Presidência da República em seus estúdios, de forma a demonstrar que todos os candidatos são tratados em igualdade de condições”.

“A regra não foi contestada pela assessoria de Bolsonaro quando das entrevistas no g1 e na GloboNews. A Globo rejeitou o pedido da assessoria. No fim da noite de quinta-feira, a assessoria de Bolsonaro enviou e-mail reiterando a disposição de conceder a entrevista, desde que ela seja realizada no Alvorada, alegando para isso compromissos de campanha anteriormente assumidos”.

“Diante das regras anunciadas reiteradas vezes, a Globo rejeitou o pedido e, por isso, a entrevista não será realizada”.