Fechar
Dança da Cadeiras

Christiane Pelajo e Aline Midlej podem perder espaço na Globo News

Emissora pretende fazer uma série de mudanças em alguns telejornais

Bruno PintoRepórter do EM OFF

A Globo News está preparando grandes mudanças em sua programação para o próximo ano. O canal por assinatura quer deixar a grade com uma pegada ainda mais política, tendo em vista as eleições de 2022. Com as alterações que estão previstas, duas apresentadores de destaque devem deixar a grade do canal do Grupo Globo.

Dois telejornais de peso deverão passar por grandes mudanças, começando pelo comando das atrações, são eles: O “Edição das 16” e o “Jornal das 10”. Sendo assim, Christiane Pelajo e Aline Midlej devem dar adeus as bancadas dos noticiários, que irão ser apresentados por jornalistas com um perfil mais alinhado a análises políticas e tudo que cerca a editoria.

Segundo informações divulgadas pelo portal Notícias da TV, a alta cúpula da emissora acha que as informações de Brasília precisam de um destaque ainda maior no noticiário. Por isso, estudam a inclusão de mais notícias, análises e opiniões voltadas ao agitado mundo político. Um dos fatores que teria feito os dirigentes do canal tomarem a decisão foi um estudo que aponta as necessidades dos telespectadores por notícias do gênero.

Embora seja uma jornalista muito querida pelo público e pelos diretores da emissora do Grupo Globo, Christiane Pelajo não possui o perfil ideal que o canal pago está procurando para ocupar a função. Com a decisão praticamente tomada, a Globo News vai precisar quebrar a cabeça para saber o que vai ser feito com a experiente jornalista, que apresenta a “Edição da 16h” há mais de cinco anos.

Continua após a publicidade

Com as mudanças a serem feitas em breve, outra apresentadora querida pode ter seu telejornal modificado. Trata-se de Aline Midlej. O “Jornal das 10” é um dos noticiários mais assistidos da Globo News e sempre garante bons números para emissora, mas ainda não está conquistando a repercussão e os índices que estavam sendo esperados pelos dirigentes do canal por assinatura.

Ao contrário de Pelajo, Aline Midlej pode permanecer no comando do “Jornal das 10”, mas a atração jornalística passará por algumas mudanças importantes, com o objetivo de inserir as pautas de Brasília. Sendo assim, o telejornal deverá ganhar uma faixa voltada para análises sobre os principais assuntos políticos do dia. Ainda de acordo com o portal, o “Em Ponto” é outra atração que pode “perder” sua âncora.

A Globo News parece estar se movendo para deixar o canal preparado para a cobertura das eleições de 2022. Porém, em resposta aos questionamentos, a emissora negou a verdadeira dança das cadeiras. Segundo o canal, os telejornais que mais seriam afetados pelas possíveis mudanças são líderes de audiência. A emissora aproveitou para afirmar os bons números conquistados pelo “Jornal das 10” e “Edição das 16h”.