Fechar
QUANDO ERA CRIANÇA

Dani Calabresa revela que mãe quase usou tartaruga em ritual de cura

A humorista deixou Fátima Bernardes surpresa ao contar tudo o que sua mãe já fez para tentar acabar com um problema de saúde

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Muita gente ainda arrisca fazer uma simpatia ou outra na tentativa melhorar algo que não está indo muito bem. Por ser um costume muito comum, não faltam histórias inusitadas de pessoas que já tentaram de tudo para conseguir um grande amor ou para curar alguma doença. E foi exatamente para resolver um problema de saúde que a mãe de Dani Calabresa quase colocou um ritual em prática.

Na manhã desta quinta-feira (27), durante o “Encontro com Fátima Bernardes”, Dani Calabresa surpreendeu a apresentadora do programa e muitos telespectadores ao confessar as simpatias que sua mãe já fez no passado para que ela fosse curada de uma forte bronquite. Sem papas na língua, a humorista não pensou duas vezes e revelou a simpatia que mais a chamou a atenção.

Dani começou falando que sua mãe preferiu ir pelo caminho mais fácil e, ao invés de procurar tratamento, optou pelas simpatias: “Eu tenho bronquite muito forte desde os meus três anos e tudo mundo falava pra minha mãe me colocar na natação ou fazer simpatia. A minha mãe já me levou em muitos lugares. Eu fui em benzedeira, tomei mistura de coisas, comia e tinha que cuspir, cavar e não passar mais. Simpatias malucas”.

A nova apresentadora do “CAT BBB”, quadro humorístico do “Big Brother Brasil”, contou que indicaram para sua mãe uma simpatia “infalível” envolvendo uma tartaruga: “Todo mundo começou a falar: ‘Pega uma tartaruga e põe ela dentro de uma caixa, debaixo da cama da Dani, porque quando ela tiver com a crise, como num passe de mágica, a tartaruga vai pegar a bronquite dela'”.

Continua após a publicidade

Sem pensar duas vezes, Dona Marlene correu para conseguir o animal e, com o bichinho em mãos, estava disposta a fazer o ritual: “Minha mãe pegou a tartaruga, levou pequena para casa e a gente adorou. Mas todo mundo falava que estava com dó da tartaruga e minha irmã, chateada com aquilo, contou que a tartaruga seria colocada debaixo da cama pra pegar a doença”.

Entretanto, a mãe da humorista acabou ficando com receio e desistiu de fazer a simpatia: “Eu dormi e no meio da noite fui procurar a tartaruga e não vi nada. Quando eu acordei para ir ao banheiro, vi todo mundo mexendo e com dó. Daí eu perguntei o que aconteceu e minha mãe respondeu: ‘Não consegui por [debaixo da cama]. A gente vai colocar você na natação e fazer tratamento. Não vamos fazer isso com a tartaruga”.

Por fim, Dani Calabresa ressaltou que, embora tenha sido pega para um objetivo, o animal sequer foi usado para o fim. A humorista contou que a tartaruga acabou se tornando o bicho de estimação de sua família: “A minha mãe nem arriscou. A tartaruga nem foi colocada embaixo da cama e acabou virando o nosso bichinho. A minha mãe tem até hoje, ela tá firme e forte com seus 39 anos”.