Fechar
Entenda

Daniela Mercury deixa Ivete Sangalo ‘sem graça’ ao falar de política

A cantora falou em defesa a democracia no Música Boa Ao Vivo

Nayara VieiraRepórter do EM OFF

Durante o programa Música Boa Ao Vivo, do Multishow, Daniela Mercury e Ivete Sangalo se encontram para cantar. Mas algo que chamou atenção dos telespectadores foi a fala da cantora sobre democracia, e os internautas apontaram que a apresentadora do ‘The Masked Singer Brasil’ ficou ‘sem graça’ com o discurso da outra artista.

Antes que se apresentassem, Daniela Mercury puxou o assunto e se posicionou a favor da democracia, alfinetando o governo atual de Jair Bolsonaro. “Liberta, e pra libertar, trazer energia de democracia, de amor. Ivete tentou acrescentar, mas não se posicionou: “Libertar a gente do que não é nosso, isso não é nosso”.

“Precisamos nos libertar e dar força aos 80% da população que ama a democracia e acredita nela. Liberdade, fraternidade, democracia”, continuou Mercury. “A gente quer democracia dentro da nossa casa, a gente quer na rua, a gente quer com o outro”, disse Sangalo.

A gente quer urna eletrônica também, a gente quer democracia e urna eletrônica porque a gente confia na urna eletrônica. A gente também quer que os poderes continuem estruturados”, completou a dona do sucesso “O Canto da Cidade”.

Continua após a publicidade

Nas redes sociais, o momento dividiu opiniões no Twitter. “Claramente tentando encerrar a fala da Daniela”, comentou Felipe Carvalheira. “Ela foi sagaz, porque o maior medo dela era que Daniela soltasse um fora Bolsonaro, e ela ficar sem saída kkkkk”, escreveu Thiago Monteiro. 

Mas houve quem defendesse Ivete na rede social. “Se a mulher fala está errada, se fica calada está errada, tá apoiando, vai entender esse povo”, respondeu Igor Santos. “Não fala da minha mainha pfv”, pediu um fã da cantora baiana.

Apesar das críticas, depois de muito se especular sobre o posicionamento político de Ivete, ela decidiu se pronunciar. A cantora foi apontada como bolsonarista, mas negou. “Meus zamuris, entendo o quão necessário é nesse momento não estabelecer dúvidas sobre o que eu acredito. Esse que governo que aí está não me representa nem mesmo antes da ideia dele existir”, iniciou ela, em um publicação de junho deste ano.

E isso vamos resolver quando unirmos forças nas próximas eleições através do poder do voto. Agora, vamos nos unir em prol do que podemos fazer nos nossos espaços para driblar essa desorganização que são: o uso de máscaras, higienização, vacinas, e o que mais necessário for. Então, que possamos nos vacinar. Eu sou a favor da vacina para todos”, completou.