Demitido

Demitido da Band, repórter alfineta a emissora e defende ‘jornalismo de direita’

Júnior Rocha criou paródia com música de Xuxa Meneghel para debochar da morte de criminosos

Paulo Henrique Lima
Repórter

Dirceu Farias Rocha Júnior, o Júnior Rocha, ganhou mais de 40 mil seguidores nas redes sociais após a sua demissão da Band. O repórter desagradou a emissora após improvisar uma paródia de uma música infantil para debochar da morte de três criminosos após confronto com a Polícia Militar, em Foz do Iguaçu (PR). Fora da TV, ele adotou uma postura polêmica e passou a alfinetar a antiga contratante, além de defender o ‘jornalismo de direita’.

“Pela paz e ordem! A última barreira entre o bem e o mal. A paz e o caos total. Todo meu respeito e admiração a esses heróis da vida real!”, disse o jornalista ao comentar uma notícia do jornal Folha de S. Paulo sobre a morte de 18 pessoas em Operação no Complexo do Alemão, no Rio. Na ferramenta Stories do Instagram, ele replicou a mensagem: “O jornalismo respira!”. Em seguida, acrescentou: “Que o bem sempre vença o mal!.”

O ex-repórter da Band também alfinetou a emissora ao compartilhar uma informação sobre a sua demissão. “Ainda que um justo caia sete vezes, sete vezes tornará a se erguer”, escreveu uma mensagem de Provérbios 24:16. “Rumo a gloriosa. Vá e vença, que por vencido não os conheça”, disparou ele, que prometeu um pronunciamento em vídeo sobre a demissão da TV Tarobá, afiliada do canal paulista em Londrina.

Em seu perfil no Instagram, Júnior Rocha defende o porte de arma para a população. A medida também é defendida pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). “Deus, família, pátria, armamento e democracia”, diz em sua biografia” Em uma outra publicação nos Stories ele destacou: “Jornalismo de direita sobrevive. Foz do Iguaçu não é para amadores.”

O jornalista foi demitido da Band após rir da morte de criminosos com uma paródia improvisada da música “Cinco patinhos”, de Xuxa Meneghel´, em uma reportagem exibida no “Brasil Urgente”. “Três bandidos foram assaltar, uma residência aqui na fronteira. O Choque e a Rocam chegaram e ‘pow, pow, pow’. E os bandidos estão no inferno a queimar (risos).”

Na última terça-feira (19), três homens foram mortos após confronto com a (PM). Os criminosos armados invadiram uma residência e fizeram uma família refém em Foz do Iguaçu. No confronto, todos os assaltantes foram atingidos. Um deles morreu no local, já os outros dois foram socorridos pelo Siate, mas não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito no hospital. Antes disso, os criminosos tentaram assaltar um estacionamento. Eles chegaram a fazer o proprietário do local refém.