Fechar
Black Friday

Em crise, Globo libera horário de afiliadas para televendas

A alta cúpula da emissora dos Marinho resolveu ceder parte de sua programação para a exibição de um especial de vendas

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Em um ano marcado por grandes mudanças, que vai de novos programas na programação a dança das cadeiras em seu time de apresentadores, a alta cúpula da Rede Globo tomou uma decisão que afetará diretamente em sua grade. Inesperadamente, a emissora dos Marinho deu o aval para suas afiliadas usarem um pequeno espaço da programação para transmitir um “programa” diferente para os padrões Globo.

Segundo informações divulgadas pelo portal TV Pop, durante dois dias o público das afiliadas da emissora carioca por todo o Brasil vai exibir uma espécie de televendas, algo muito parecido com o que diversos canais já fazem atualmente em sua programação, como faz a TV Gazeta, por exemplo. A autorização foi concedida baseada em uma data especial para o comércio: A black friday.

Sendo assim, na próxima sexta-feira (26) e no sábado (27), as afiliadas da Rede Globo promoverão ações de vendas, exibindo grandes ofertas de varejistas locais. Para isso, a emissora dos Marinho precisou fazer um estudo cauteloso para conseguir definir um horário para exibir o “programa” e decidiu ceder parte da “Sessão da Tarde” para o especial de vendas.

A “Maratona Black Friday” terá aproximadamente 20 minutos de duração e está prevista para transmitida das 15h00 às 15h20. Sendo assim, nas regiões onde serão exibidas as ações, o filme “Tô Rica” sofrerá uma adaptação para se adequar a grade da emissora. Vale ressaltar que o 26 de novembro já se tornou um grande dia para o comércio nacional, movimentos bilhões de reais em apenas 24 horas.

Continua após a publicidade

A Globo não só autorizou suas afiliadas a promoverem a maratona de vendas, como tentou exibir o “programa” para ser transmitido em em rede nacional. Ainda de acordo com site, a emissora dos Marinho chegou a negociar com grandes empresas do mercado a divulgação de ofertas para a ocasião especial, mas as conversas acabaram esfriando e o negócio não foi para frente.

Um dos fatores fundamentais para que a alta cúpula da Globo deixasse a ideia para trás, era a preocupação com a grade e audiência. Mesmo com um negócio que poderia gerar altas cifras para os cofres da emissora dos Marinho, os executivos acharam melhor permanecer sem a edição nacional da “Maratona Black Friday”, tendo em vista que a mudança poderia ser muito prejudicial em diversos aspectos.

Durante o programa, os apresentadores irão até os estabelecimentos comerciais para mostrar as diversas ofertas disponíveis em vários setores diferentes. Polyana Faria, da TV Rio Sul ressaltou a importância da ação para as afiliadas: “Os anunciantes viram com bons olhos que é um jeito também da gente se aproximar do mercado. Perceberem que a gente está a todo instante procurando maneiras de potencializar o resultado deles, o resultado da comunicação. Como que eu posso, de uma forma diferente, de uma forma criativa, surpreender meu consumidor?”

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff