AO VIVO

Eric Faria revela mudança de país após decisão da Globo

Durante o "É de Casa", o repórter contou detalhes sobre o local onde ele e sua equipe ficarão hospedados no Catar durante a Copa do Mundo

Bruno Pinto
Repórter do EM OFF

Eric Faria foi um dos convidados especiais do “É de Casa” deste sábado (09). Além de falar sobre os diversos assuntos que foram comentados durante o programa, o repórter revelou aos telespectadores que está de malas prontas para o Catar, onde fará a cobertura da Copa do Mundo. O jornalista contou ainda que sua nova residência no país já está pronta para receber ele e sua equipe.

Faria ressaltou a dificuldade se manter no local devido ao alto custo:“É um país muito diferente, com hábitos diários muito distintos dos nossos. Vai ser uma Copa do Mundo cara para quem quiser ir ‘turistar’, com acomodações caríssimas. Então, quem conseguir e puder, deve fazer uma planilha bem estudada, até porque o nosso câmbio não está favorecendo ninguém para viajar para fora do país. Enfim, é preciso estudar bem os custos, pois é um país caro”.

Na sequência, o experiente repórter contou detalhes do apartamento em que ficará hospedado ao longo de quase quatro meses. Eric também exibiu um vídeo em que mostra a residência: “Eu já escolhi o lugar onde eu vou morar, que não é um palácio, mas é um apartamento bacana. Eu cheguei a mandar algumas imagens que eu fiz de lá, onde eu minha equipe vamos ficar, com cada um no seu respectivo apartamento… O meu quarto tem uma vista muito legal”.

“Confesso que vou comprar comida pronta e colocar tudo na geladeira… No geral, lá tem tudo para comer, exceto carne de porco, que é um alimento que eles não consomem… Sem dúvidas, é um bom apartamento. Eu até queria pedir ao meu diretor para liberar uma verba para que eu possa comprar um tapete mágico, daqueles voadores, para dar uma de Aladdin, mas isso ainda não foi possível”, brincou o jornalista.

Por fim, Eric Faria falou sobre a expectativa para o início da competição: “Vão ser três meses e meio, no máximo quatro, de uma experiência boa, tentando trazer pra cá, um pouquinho do país da Copa, o que é sempre muito interessante… Nós tivemos recentemente o evento esportivo sendo realizado em países de dimensões continentais, como o Brasil e a Rússia. Agora, nós vamos para o menor país do mundo”.