Fechar
audiência da tv

SBT perde na audiência para a Record com reestreia de ‘Cuidado com o Anjo’

Novela mexicana é protagonizada por William Levy e Maite Perroni

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

A reestreia de “Cuidado com o Anjo” no SBT, nesta segunda-feira (6), não conseguiu colocar a emissora de Silvio Santos na vice-liderança de audiência. O dramalhão mexicano estrelado por Maite Perroni foi escalado pela direção após constantes mudanças na grade de programação para desbancar o jornalismo ao vivo exibido pela Record no ranking da TV aberta.

De acordo com dados consolidados obtidos e divulgados pelo site TV Pop, a novela marcou 5,8 pontos de média e perdeu para ao “Cidade Alerta”, que marcou 6,3 nas primeiras horas no ar e 8,3 no bloco local para São Paulo. No mesmo período, a Globo exibiu “A Favorita” no “Vale a Pena Ver de Novo” e liderou com 14,8. Na sequência da mexicana, “Amanhã é Para Sempre” cravou 6,0 pontos e também ficou em terceiro lugar.

O resultado da atual reprise de “Cuidado com o Anjo” é inferior ao das duas exibições anteriores. O primeiro capítulo levado ao ar em 2013 marcou 6,1 pontos. Em 2016, a trama foi além e registrou 8,2. Apesar do desempenho, a novela conseguiu manter o padrão do SBT para a faixa horária nos últimos meses e figurou como uma das maiores audiências do dia de toda a programação.

Cada ponto equivale a 74.666 mil domicílios e representa 205.755 mil indivíduos na Grande São Paulo, principal praça para o mercado publicitário no Brasil. Na média dia (desempenho dos programas das 7h à 0h), a Globo pontuou 15,5 e liderou com folga. A Record TV obteve 5,7, enquanto o SBT marcou 4,3. “Pantanal” (31,8), “Jornal da Record” (8,3) e “Poliana Moça” (6,5) foram as maiores audiências das respectivas emissoras.

Continua após a publicidade

Mudanças no SBT

Entre janeiro e maio deste ano o canal da família Abravanel modificou a grade de programação diversas vezes para tentar frear a queda de ibope. O “SBT Notícias” (2022) criado por Silvio Santos e apresentado por Darlisson Dutra durou menos de dois meses no ar e foi extinto por não suprir as expectativas da direção. Antes disso, o jornalístico foi comandado por uma semana por Dudu Camargo e Marcão do Povo.

O “Casos e Família” deixou de anteceder as novelas mexicanas na faixa das 17h e passou a ser exibido na faixa das 14h até abril quando ocupou o horário das 15h. A emissora deu lugar para a trinca de novelas formada por “Carrossel”, “Esmeralda” e “Paixões de Gavilanes” entre 12h e 15h. No entanto, cancelou a última trama uma semana depois após quase traçar no ibope em seu sétimo capítulo.

A novela colombiana feita para o público latino nos Estados Unidos consolidou 1,2 ponto no capítulo em questão de 25 de maio e foi tirada do ar às pressas. Com isso, as duas tramas restantes ganharam mais tempo no ar