Fechar
Quem é você?

Ex-Rouge abre o jogo sobre perrengue no ‘The Masked Singer’

Aline Wirley foi a nona eliminada do programa apresentado por Ivete Sangalo

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

Aline Wirley foi desmascarada no “The Masked Singer” levado ao ar na tarde deste domingo (27). Por trás da fantasia de caranguejo, a ex-Rouge contou que passou perrengue para esconder sua participação no reality show musical da Globo. No entanto, após o início da segunda temporada da atração, ela acabou tendo sua identidade desvendada pelo filho, Antônio Rickli, de seis anos, fruto do seu casamento com o ator Igor Rickli.

Em participação no “Encontro” um dia após a exibição do episódio, a cantora contou para Fátima Bernardes que o pequeno matou a charada após ver ela cantando uma das músicas interpretadas como o personagem do programa apresentado por Ivete Sangalo. Apesar do palpite certeiro, o herdeiro do casal de artistas manteve o segredo bem guardado durante o período.

“Para eu virar esse caranguejo, vocês não fazem ideia do esforço. Ficava o tempo todo assim, encolhidinha. O Antônio até o meio do programa não sabia. Ele ficou muito emocionado, porque ele é artístico. Ele descobriu porque eu comecei a cantar uma das músicas em casa. Ontem chorou, se emocionou, falou que tinha muito orgulho de mim”, descreveu Aline Wirley na revista eletrônica.

A eliminação da cantora foi marcada por emoção no palco do “The Masked Singer Brasil”. A nona eliminada do formato internacional, que conta com Priscilla Alcantara como co-apresentadora, falou sobre o que a motivava a cantar músicas usando uma fantasia que escondia a sua identidade pública. A esposa de Igor enxergava o que acontecia no estúdio apenas através de uma brecha nos dentes do caranguejo.

Continua após a publicidade

“Não teve uma vez, filho, que a mamãe pisou nesse palco e não pensava em você, que ela não lembrava de você. Porque o Antonio é uma criança muito ele, ele dança, ele sacode. Ele é um Caranguejo. E eu pensava nele. E me relembrou tanta coisa, do quanto é bom só ser, ser livre. Não é sobre mim. É sobre preencher isso aqui e ser feliz. Então foi muito bom!”.

Tatá Werneck, uma das juradas do programa ao lado de Taís Araújo, Rodrigo Lombardi e Eduardo Sterblitch confessou arrependimento em ter votado para eliminar Aline Wirley do “The Masked Singer”. Você sabe o quanto eu sou sua fã desde o Rouge, com faixa e tudo. Você é brilhante. Me perdoa”.