gafe

‘Fantástico’ comete erro geográfico e vira piada

Revista eletrônica trocou cidades e estados em GC

Paulo Henrique Lima
Repórter

A edição do “Fantástico” deste domingo (26) repercutiu de forma negativa após a exibição de uma reportagem sobre o São João de Campina Grande (PB). A revista eletrônica comandada por Maju Coutinho e Poliana Abritta cometeu um erro geográfico em um GC destacado na tela durante aparição do repórter Maurício Ferraz. O profissional mostrou os bastidores da festa popular e destacou o retorno do evento após dois anos por causa da pandemia.

Em cenário temático para anunciar a reportagem, as apresentadoras destacaram que alguns artistas do cenário sertanejo e forró chegam a fazer 30 shows em um ´mês. As festas juninas, que ocorrem com mais força em estados da região Nordeste, apresentam forte potencial e atraem turistas de vários cantos do Brasil. Festival de comidas típicas e campeonato de quadrilhas juninas completam as comemorações.

Ao destacar o local em que Maurício Ferraz falava, o profissional de edição do “Fantástico” se descuidou e indicou que Campina Grande fica localizada no estado de Pernambuco, quando na verdade se trata da Paraíba. A capital tem como filha a ex-BBB Juliette, que venceu a vigésima primeira edição do “Big Brother Brasil” e se tornou cantora. Ela estreou como atração do João João da terra natal.

Apesar do erro, a produção do jornalístico da Globo agiu rápido e alertou Maju Coutinho através do ponto eletrônico para que fizesse a correção após a exibição da reportagem. A profissional pediu desculpas pelo erro e destacou que Campina Grande fica no estado da Paraíba. No entanto, o público não perdoou e transformou o episódio em piada pronta.

“Alguém avisa que Campina Grande não é Pernambuco. Estão malucos?”, questionou o perfil chamado Garotinho do Recife. “Chocada que o Fantástico tá confundindo as cidades e os estados”, escreveu Fran Souza. “Cometendo gafe nível 4ª série… Pra mim só deixa claro a forma como o Nordeste é sempre retratado como se não tivesse uma imensidão dentro de si e tudo fosse uma coisa só.”, reclamou o perfil Classic da Gattaz.