Fechar
AO VIVO

Fátima Bernardes relembra momento difícil e se emociona no ‘Encontro’

Durante a edição do programa desta segunda-feira (20), a apresentadora abriu o coração ao falar sobre superação

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Em um mês repleto de comemorações por conta do aniversário de 10 anos do “Encontro”, Fátima Bernardes tem recebido uma série de homenagens que estão deixando a apresentadora emotiva. Desta vez não foi diferente e, além de receber convidados que fazem parte da história da atração, a jornalista se mostrou emocionada ao relembrar de um momento de superação vivido graças ao programa matinal.

O assunto foi iniciado após Fátima ser surpreendida com uma reportagem que contou seu sonho de aprender a nadar no mar, algo que só conseguiu há cerca de quatro anos: “Gente, eu estou muito emocionada! Ainda bem que eu conversei um pouquinho antes de voltar… Eu adoro esporte, mas confesso que sou uma negação para todos. Eu nasci com nenhuma habilidade, eu sempre era a última a ser escolhida”.

A apresentadora contou que só ganhou coragem após ser convidada para participar de uma atração exibida no “Encontro”: “Eu só aprendi a nadar em 2018, em um quadro chamado ‘Eu Nunca Fiz’, em que eu me propus a fazer algo que nunca havia feito antes… Eu comecei em uma piscina e ficava muito aflita, com o coração disparado, mesmo estando sendo acompanhada por um professor”.

A namorada do Deputado Túlio Gadêlha disse que tinha tanto medo de praticar a natação, que só conseguia entrar em uma piscina de mãos dadas com seu instrutor e revelou um de seus estímulos: “Eu dava a mão para o professor mesmo, caso contrário, eu sequer entrava na piscina. Mas eu sonhava mesmo era poder nadar e conversar com as pessoas dentro do mar, como minhas amigas faziam”.

Continua após a publicidade

Por Fim, Fátima Bernardes abriu o coração e contou que o processo foi lento e necessitou de muito esforço físico e mental para que pudesse ser finalizado com sucesso. A nova comandante do “The Voice Brasil” concluiu falando sobre o quanto a missão foi complicada: “A partir daí eu disse que iria aprender, fiz aulas e aprendi a nadar no mar. Graças a Deus eu consegui, mas foi muito difícil”.