Fechar
NA TV

Fátima Bernardes vai às lágrimas no ‘Encontro’ após desabafo de mãe

Apresentadora se emocionou com a história da repórter Gabriela Lian, mãe de Isadora, de 5 anos

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

Fátima Bernardes se emocionou no “Encontro” levado ao ar nesta sexta-feira (3). Nos estúdios do programa matinal da Globo, a apresentadora recebeu a repórter Gabriela Lian, mãe de Isadora, de 5 anos, uma menina autista, para falar sobre autismo. Na atração, ela falou sobre como é a vida de uma mãe de uma criança especial, além de refletir sobre os desafios de enfrentar questionamentos da sociedade.

No início da edição, a mãe de Vinícius, Laura e Beatriz Bonemer quis saber se a convidada é abordada por outras mãe que querem saber sobre o autismo. “Eu gosto porque esse interesse da pessoa mostra a vontade fazer alguma coisa, a curiosidade no sentido de ‘eu quero aprender’. A informação pode mudar toda essa realidade”, afirmou ela, que tamb´´em é mãe de Eleonora, de 2 anos de idade.

A repórter desabafou sobre o bullying que crianças com espectro autista sofrem da sociedade. “É muito ruim quando a gente ver uma criança sofrendo bullying, a gente não quer isso para nossos filhos, independentemente da condição. Quando pergunta, a gente não ofende, a gente tem orgulho da nossa história”, falou ela, que em seguida teve seu poema autoral recitado no “Encontro”.

Fátima se chora no Encontro

O poema que Gabriela Lian escreveu sobre a filha mais velha emocionou Fátima Bernardes. A apresentadora da Globo, que ficou de fora da vinheta de fim de ano por causa de uma recente cirurgia para correção do ombro, se ajoelhou no palco do programa ao perceber que a convidada também estava emocionada. Com uma das mãos, a famosa quebrou protocolo e enxugou as lágrimas da repórter.

Continua após a publicidade

“A gente sabe a dificuldade que é viver com uma criança que não fala, que tenta se expressar e não consegue. Espero que eu consiga de alguma forma mostrar para as pessoas que eu tenho muito orgulho da minha filha, da nossa história, independentemente da deficiência, das dificuldades. Ela é uma menina doce, uma menina linda como tantas crianças com autismo ou outras deficiências”, disse Lian.

Fátima Bernardes explicou ao público sua emoção. “É um momento muito emocionante para a gente porque a gente nunca falou sobre isso tão forte. Eu sei que você está fazendo isso porque você tem a certeza de que pode ajudar muita gente com essa fala. É uma exposição que você está fazendo porque tem certeza que vai conectar muita gente nessa história e nessa luta, que não é fácil, mas é possível”.

Tags Relacionadas: