Fechar
Clima Ficou Tenso

Felipeh Campos e comentarista batem boca no ‘A Tarde é Sua’

Clima ficou tenso em debate sobre culpa ou inocência de Nego do Borel no polêmico caso que acarretou na expulsão do cantor

Bruno PintoRepórter do EM OFF

A polêmica envolvendo a expulsão de Nego do Borel em “A Fazenda” continua dando o que falar. O assunto, que começou como um debate no programa “A Tarde é Sua” desta terça-feira (28), acabou se transformando num verdadeiro bate-boca entre o jornalista Felipeh Campos e o comentarista Jorge Lordello. A discussão se estendeu por longos minutos e até Sonia Abrão entrou no meio.

Tudo começou quando Felipeh Campos, que compõe o time de comentaristas do programa, não concordou com o que estava sendo dito pelo comentarista convidado da atração e começou a expor o seu ponto de vista a respeito da eliminação do participante do reality show rural. Na visão do jornalista, Nego do Borel não cometeu qualquer ato que o levasse a ser expulso.

Felipeh comentou que os comentários feitos por meio das redes sociais foram primordiais para a expulsão do cantor. Segundo ele, o assunto se transformou numa verdadeira histeria: “Eu acho que na verdade houve um burburinho muito grande na internet. Começou uma gritaria de estupro e que todo mundo entrou nessa onda. Virou uma histeria coletiva!”.

O comentarista, que também é conhecido como Dr. Segurança, ficou indignado com o discurso do jornalista e fez um questionamento a ele: “Felipeh, eu fico imaginando, se qualquer pessoa que nos assiste, tivesse um parente dentro de um reality show e tivesse assistindo no sábado, naquele horário, o que aconteceu… Se a família não ficaria preocupada de ver uma moça alcoolizada, o rapaz tentando a agarrar”.

Continua após a publicidade

Lordello continuou seu discurso contra o pensamento de Felipeh Campos: “Eu quero te dizer uma coisa, você está pegando pedaços da história e você tá tendo uma conclusão. Me desculpa. Eu não tô aqui nem para acusar, nem para defender. A Polícia que vai ter que juntar toda essa história num vídeo único, para que se possa ter noção do que realmente aconteceu”.

O comentarista ressaltou que os vídeos publicados na internet são apenas trechos, já que o serviço de streaming do reality não faz a gravação e tudo deve ser pego exatamente na hora: “A pessoa joga aquilo [vídeo] lá, sem começo meio e fim. Então o cara escreve qualquer coisa e eu não posso acreditar simplesmente no que a pessoa colocou na imagem e no comentário”.

Jorge estava citando casos que já foram repercutidos no programa, como o do goleiro Bruno, quando foi interrompido por Felipeh aos gritos de: “não, não, não!”. O jornalista não perdeu tempo e disse: “Espera um pouquinho. Pra mim existe crime e vai existir crime, a partir do momento em que ela representa-lo criminalmente, a partir do momento que ela denunciar ele como estuprador”.

Felipeh continuou seu pensamento, soltou o verbo e falou, segundo sua visão, o real motivo da expulsão de Nego do Borel: “Ele deixou ‘A Fazenda’ por um motivo muito simples, por um motivo chamado comercial”. O jornalista soltou outra informação importante sobre o caso polêmico: “Quer saber, os advogados nem entraram em contato com o Nego do Borel ainda, nem entraram em contato com o rapaz!”.

Após rever as imagens do dia em que ocorreu o ato em questão, que acabou acarretando na expulsão do cantor carioca, Felipeh Campos não mudou de ideia, continuou defendendo Nego do Borel e disse: “Eu acho extremamente improvável essa possibilidade de trazer ele pro ar de estuprador, como colocaram. Se esse rapaz cai numa cadeia, vão acabar com a vida dele”.

Sonia Abrão, que estava se mantendo calada, não aguentou escutar o que havia sido dito pelo colega e falou: “Que isso… Pera aí, Felipeh, pera aí! Não é assim”. A apresentadora não perdeu tempo e logo soltou o que pensa: “Não tem provas ainda, não tem material para alimentar esse tipo de discussão. Nós, exceto o Lordello, somos todos leigos, assim como vocês de casa”.

Sonia Abrão disse que defender qualquer lado é uma decisão precipitada: “Nesse ponto, nós estamos dizendo a mesma coisa. Ninguém acusa e ninguém defende! Porque não tem dados pra isso. Isso só vai acontecer com o tempo. Se nós tomarmos uma decisão agora, estaremos sendo injustos, ou pro sim, ou pro não. Vamos por etapas, pois é assim que se faz uma investigação”.

Confira na íntegra, a partir de 30min45seg: