Fechar
AO VIVO

Filha de Paulo Cupertino descarta contato com o pai e deseja pena máxima

Em entrevista ao programa “A Tarde é Sua” desta terça-feira (17), Isabela Tibcherani abriu o coração ao falar da prisão de seu genitor

Bruno PintoRepórter do EM OFF

A prisão de Paulo Cupertino, acusado pelo assassinato do ator Rafael Miguel e de seus pais, João Alcisio e Mirian Selma, continua sendo um dos assuntos mais comentados pela mídia. Diante da captura do homem, após quase três anos foragido, Isabela Tibcherani, filha de Cupertino, revelou o que sentiu após saber a prisão do pai e afirmou que não quer nenhum tipo de contato com seu genitor.

Durante o programa “A Tarde é Sua”, transmitido nesta terça-feira (17), a então ex-namorada do ator assassinado disse ter sentido um alívio muito grande ao confirmar que o pai havia sido preso pela Polícia: “A primeira coisa que eu fiz foi averiguar se a prisão realmente havia acontecido, porque na primeira vez foi mentira, daí não passaria por um abalo em vão. Eu senti um mix de emoções, mas a primeira foi a de alívio ao saber que ele havia sido preso. Mas isso acabou abalando a minha vida novamente, uma coisa que eu passei três anos tentando reconstruir”.

A jovem tratou de desmentir uma das falas ditas por Cupertino: “Pelo que eu escutei, ele alega que eu estou muito feliz. Então, ele muito provavelmente deve ter me acompanhado de longe pelas redes sociais, porque eu nunca fiz questão de esconder minha vida para ninguém. Ele alegou, de maneira errônea que eu estou feliz, mas não, eu simplesmente decidi não deixar mais que as pessoas me vejam sofrendo, porque isso ia munir as pessoas de coisas que eu não preciso, que são os ataques”.

Em um determinado momento da entrevista, o repórter Bruno Tálamo reforçou o laço biológico entre a jovem e o assassino e a indagou sobre uma possível reaproximação: “Uma coisa que você nunca vai conseguir é fazer com que ele deixe de ser o seu pai biológico, sendo o seu pai para sempre. Existe a possibilidade, ou ainda é muito cedo pra dizer, de num futuro vocês voltarem a conversar sobre perdão, ou isso é totalmente rechaçado?”.

Continua após a publicidade

Sem pensar duas vezes, Isabela descartou qualquer tipo de contato com o pai e fez questão de dizer que, para ela, Cupertino se resume a palavra “nada”: “Impossível. Não existe essa possibilidade jamais. Eu já falei em outros momentos e vou repetir todas as vezes que for preciso: o único laço que eu não posso cortar é o de sangue, de resto eu não o considero nada e não quero nada”.

Ao ser questionada sobre o processo e possíveis desgastes, a filha do acusado disse: “Infelizmente isso tudo ainda não acabou, pois falta uma outra parte maçante. Mas, como eu já falei, judicialmente, eu permaneço disponível para todos os trâmites necessários e espero que essa situação acabe o quanto antes, porque isso é muito cansativo e meu psicológico não aguenta mais, assim como de todos da família do Rafael”.

Por fim, Isabela Tibcherani respondeu a pergunta feita por Sonia Abrão, apresentadora da atração diária da RedeTV!, sobre a pena que espera que o pai receba da Justiça por todo o mal que ele fez a Rafael Miguel e sua família “Eu espero para ele a maior pena possível. Eu não entendo muito dessas questões judiciais, mas acredito que o crime da dimensão que ele cometeu merece a pena máxima”.