Fechar
NOVOS TEMPOS

Globo bate o martelo e funcionários têm corte no salário

Além da redução salarial, a emissora dos Marinho decidiu ainda alterar o formato dos contratos de atores e escritores

Bruno PintoRepórter do EM OFF

A Rede Globo decidiu tomar uma atitude severa na tentativa de reduzir gastos. Além de dispensar diversos atores renomados, contratando-os apenas por obra, a emissora dos Marinho foi além e passará a utilizar contratos muito parecidos também com seus autores. Sendo assim, além de deixarem de ser fixos, os escritores de novelas sofrerão com um grande corte salarial.

A nova gestão da Globo, que voltou para a mão da família dos Marinho neste ano, resolveu mudar muitas coisas que estavam acontecendo nos bastidores. A principal alteração, sem dúvidas, é com relação a nova política de contratação da emissora carioca, que está abolindo de forma gradativa o chamado elenco fixo. Embora tenha começado com os atores, não demorou muito tempo para chegar nos escritores.

Sem pensar duas vezes, a emissora dos Marinho já começou a colocar em prática o seu novo modelo de contratos para autores. Segundo informações divulgadas pelo portal NaTelinha, diversos escritores de novelas trabalharão apenas por obras previamente autorizadas pela direção da Globo, assim como só receberão por aquele trabalho específico, sendo desvinculado assim que a obra for finalizada.

Na prática, essa nova política funcionará da seguinte maneira: O autor deverá apresentar o seu projeto para a direção da emissora carioca, que irá analisar cuidadosamente todo o trabalho, para depois aprovar ou não a produção do folhetim. Caso ganhe o aval, o autor assinará o contrato “temporário” para que a obra seja colocada em prática. Somente escritores mais antigos, como Glória Perez, continuarão sendo fixos até o fim de seus antigos contratos.

Continua após a publicidade

Engana-se quem acha que a novidade parou por aí. Longe disso! Ainda de acordo com o site, não será “apenas” o vínculo entre autores e Rede Globo que será alterado. Isso porque, a emissora dos Marinho resolveu modificar também os valores pagos para os escritores de novelas. Sendo assim, os novos contratos terão cifras bem menores do que as que vinham sendo pagas até pouco tempo atrás.

Para se ter ideia do tamanho da redução dos salários, um autor poderá receber até cinco vezes menos do que ganha atualmente. Não foram revelados os parâmetros que serão utilizados para que a direção da Rede Globo defina quanto cada escritor deverá receber, ou melhor, quanto eles deixarão de receber mensalmente, de acordo com os contratos que estão entrando em vigor.

NOVOS CONTRATOS, SALÁRIOS E FORMAS DE FAZER NOVELA

Após a paralisação das gravações de novelas por causa da pandemia do novo coronavírus, a Globo resolveu mudar a forma de produzir seus folhetins. Sendo assim, foi definido que suas novelas só poderão estrear quando estiveram completamente prontas ou faltando pouquíssimas cenas para que o trabalho seja finalizado. Porém, alguns autores não gostaram da ideia de não poderem alterar os rumos da trama.

Em entrevista concedida a Luis Erlanger, Glória Perez disse: “Eu acho que novela fechada não é mais novela. A característica básica é ser obra aberta, esse grande diálogo com o público. Eu acredito que isso foi por causa do vírus (covid-19), mas não acredito que isso permaneça… Você escrever 180 capítulos sem poder mudar nada… não dá pra voltar pra trás. É muito difícil!”.