Fechar
QUEDA NO IBOPE

Globo bate recorde negativo de audiência pelo terceiro mês consecutivo

A Globo bateu recorde negativo e registrou pelo terceiro mês consecutivo seu pior ibope mensal

Jean TellesRepórter do EM OFF

A Rede Globo enfrenta uma de suas piores crises de audiência em toda sua história. É sabido que a emissora dos Marinho ainda é a mais assistida que suas três principais concorrentes somadas. No entanto, o canal carioca não tem conseguido reverter a queda no ibope e amargou, pelo terceiro mês consecutivo, recorde negativo de audiência. 

Índices do horário nobre da emissora dos Marinho indicam bem o tamanho do problema. A Globo registrou, pelo terceiro mês consecutivo seu pior ibope mensal no PNT (Painel Nacional de Televisão), que faz um levantamento da audiência das 15 maiores regiões metropolitanas do país. No mês de novembro, o canal carioca marcou 10,4 pontos de média 24 horas (6h às 5h59). 

De acordo com dados divulgados pelo site Notícias da TV, a Rede Globo nunca havia ficado abaixo de 11 pontos de média desde o último mês de setembro, quando fechou o mês com 10,9 pontos de média. Em outubro, a emissora dos Marinho marcou 10,8 pontos, mesmo desempenho repetido no mês de novembro.  

Ainda de acordo com o levantamento do portal, os piores índices haviam sido registrados em dezembro de 2018 com 11,1 de média e em dezembro de 2020 com 11,2 o que é considerado comum, já que, o último mês do ano costuma ter um número menor de televisores ligados por conta das festas de fim de ano e viagens. Com isso, a Rede Globo ainda corre o risco de amargar mais um recorde negativo de audiência em dezembro de 2021. 

Continua após a publicidade

A Record TV, vice-líder de audiência, fechou o mês com 4,8 pontos de ibope um crescimento de 5% em relação ao mês anterior. Isso significa que 13,7% dos brasileiros sintonizaram suas TVs na emissora de Edir Macedo. Já a emissora de Silvio Santos, que havia marcado seu recorde negativo histórico no mês de outubro com 3,4 de média, fechou o mês de novembro com 3,5 de média. 

Globo perde 1 em cada 5 telespectadores

A pandemia causada pelo coronavírus que assolou o país por quase dois anos, e está cada vez mais perto de terminar graças ao avanço da vacinação no Brasil, acabou refletindo também na audiência da Rede Globo. É sabido, que a emissora dos Marinho ainda lidera com folga o ibope tanto na TV aberta, quanto na TV paga. No entanto, essa vantagem tem diminuído mês a mês e a emissora carioca tem perdido público.  

De acordo com dados obtidos com exclusividade pelo jornalista Ricardo Feltrin, do UOL, entre março do ano passado, mês em que se difundiu a pandemia da Covid-19 aqui no Brasil, e outubro desse ano, a Rede Globo perdeu 1 em cada 5 telespectadores na média do ibope de 24 horas por dia. Esse estudo foi baseado nos dados de audiência nacional, mensurados pela empresa Kantar Ibope.  

Ainda de acordo com informações do colunista, o canal de TV tem perdido audiência em quase todas as faixas de horário, incluindo seu jornalismo que era conhecido pelos altos índices de ibope. No mês de outubro, a Rede Globo teve 10,8 pontos de média 30,7% de “share”, que consiste na participação no universo das TVs ligadas naquele momento.  

A nível de comparação, em 2004, ano marcado pela maior audiência do século da Rede Globo, a emissora dos Marinho teve 19 pontos de média e 57,0% de “share” nas 24 horas do dia.