Fechar
Saiba mais

Globo se posiciona após Sandra Annenberg retomar carreira de atriz

A apresentadora decidiu voltar a atuar em uma peça infantil

Nayara VieiraRepórter do EM OFF

Após uma longa carreira que construiu na Globo, a apresentadora Sandra Annenberg decidiu mudar o rumo da sua vida e investir em outra área. A jornalista era âncora do Jornal Hoje, continua na empresa da família Marinho, apresentando o Globo Repórter, mas decidiu voltar a atuar em uma peça infantil. Nos anos 1980 ela chegou a atuar e estrelou uma novela na emissora.

Em breve, ela irá protagonizar uma peça que tem adaptação da montagem infantil de Pedro e o Lobo, e a não teve problemas com a Globo segundo o site Notícias da TV. Sandra vai interagir com bonecos e contar a história de Pedro no palco em um projeto feito para o público de São Paulo. Os personagens serão produzidos pelo cenógrafo e figurinista Marco Lima, que foi responsável pela criação das fantasias do programa The Masked Singer Brasil.

Mariana Veríssimo é quem adaptou a peça, baseada na história criada pelo pai, o escritor Luís Fernando Veríssimo. Ainda segundo o Notícias da TV, a estreia será no segundo semestre deste ano, mas ainda não tem data e nem local confirmado. A história é para crianças de sete anos ou menos e gira em torno da vida de Pedro, que vive com o avô e defende a vida do amigo pato de um lobo.

Sandra começou a atuar em 1974, com seis anos de idade, em uma  peça chamada Um Dia Ideal para os Peixe-Banana. Aos 14 anos, foi repórter do Crig-Rá, apresentado por Marcelo Tas na TV Gazeta. No ano seguinte ela foi contratada pela Band e atuou novamente como repórter no programa Show do Esporte. Ela também apresentou um programa chamado TV Criança e nos anos seguintes ela chegou a participar de mais peças. Seu último trabalho atuando foi em 1990 na minissérie A, E, I, O… Urca.

Continua após a publicidade

No entanto, no mesmo ano, Sandra decidiu voltar sua carreira apenas para o jornalismo. Na época, ela foi contratada pela Record TV e apresentou o Super Esporte e ao Sport Shopping Show, nos finais de semana. Em 1991 ela assinou com a Globo, onde permanece até hoje. Seu primeiro trabalho na emissora foi para apresentar a previsão do tempo no jornal paulista São Paulo Já.

Depois disso Sandra ainda passou pelo ‘Fantástico’ e como âncora do SPTV 1ª Edição, ela assumiu o programa Jornal Hoje, em que permaneceu até janeiro de 2000. Após trabalhar como jornalista internacional em Londres, ela voltou em 2003 para o comando do programa jornalístico. Ela apresentou o programa até 2019 e atualmente apresenta o Globo Repórter.

Ao longo da carreira, Sandra revelou em entrevista à Contigo que sofreu assédio. “As mulheres sempre tiveram sobrecarga de trabalho porque acumularam a função de mãe, dona de casa e trabalhar fora. Eu fui discriminada, sofri preconceito, sofri assédio sexual, como todas as mulheres”, contou.

“Nós mulheres temos de provar muito mais que somos capazes. Todos os dias. É um trabalho de formiguinha conseguir conquistar esse espaço. Fico feliz de entregar a minha filha um mundo um pouquinho mais igualitário e justo”, declarou.