Fechar
TV Globo

Globo suspende gravações e nova temporada de ‘Malhação’ é cancelada

Novela do autor Gilberto Braga foi cancelada com 80 capítulos escritos e Malhação foi cancelada

Augusto ViannaRepórter do EM OFF

A TV Globo continua reestruturando sua grade de programação. Desta vez, de acordo com a jornalista Patrícia Kogout, a direção artística da emissora desistiu de produzir a nova temporada de “Malhação: Transformação”, de Priscila Stein e Márcia Prates. A atração permanecerá na gaveta e sem chances de entrar no ar.

Além da nova temporada do folhetim juvenil, a novela “Feira de Vaidades”, do autor Gilberto Braga, que ocuparia o horário das 18h, e já tinha cerca de 80 capítulos escritos, também foi cancelada. O autor e o diretor Dennis Carvalho buscam um outra história para ocupar o horário das 21h, que é um dos principais da grade.

Para ter uma inserção comercial durante o folhetim do horário nobre, é preciso desembolsar cerca de R$ 1 milhão de reais. Protagonizada por Juliana Paes, “A Dona do Pedaço”, gerava receita de R$ 847, 2 mil, segundo o Notícias da TV.

Ocupando a grade desde 1995, Malhação, também produz lucro para a emissora. Para ter sua marca exibida durante os intervalos da novela teen, é preciso pagar um valor na casa dos R$ 240 mil reais. Segundo Kogut, parte da direção defende o fim da novela, e outra parte é a favor de que a novelinha permaneça no ar.

Continua após a publicidade

Com a pandemia, a novela teve sua última temporada exibida de 2019 à 2020, e logo depois entraram duas reprises: “Viva a Diferença”, e atualmente, “Sonhos”, de 2014. A atual temporada chegou a atingir 19 pontos de audiência. 

De acordo com o portal Terra, a pandemia de Covid-19, que dura desde 2019, afetou muito o faturamento das principais emissoras de TV do País. Um levantamento Cenp-Meios, apontou que os canais sofreram queda de 28% no investimento publicitário na comparação entre o primeiro semestre de 2019 e os primeiros seis meses deste ano.

A matéria do portal ainda diz que este índice representa R$ 1,2 bilhão a menos na conta das empresas de TV aberta. O rombo explica a onda de demissões, não renovação de contratos, corte de despesas e busca de novas fontes de receita. Até a vênus platinada precisou aderir à reestruturação financeira e grandes atores foram contratados apenas por obra e não mais terão salário quando estão fora de alguma produção.

Na época das demissões em massa, como a de Antônio Fagundes, Stênio Garcia e Vera Fischer,  atores realizaram campanha a favor dos veteranos e criaram a hashtag: “Eu quero veteranos na TV”, para tentar trazer grandes estrelas de volta, como atriz Glória Menezes, e o marido Tarcísio Meira, que morreu, vítima de Covid-19, no último dia 12 de agosto, em São Paulo.

A apresentadora do Domingo Espetacular e atriz da TV Globo, Carolina Ferraz foi ao Twitter, e escreveu: “Eu quero veteranos na TV. São profissionais que fizeram a história da nossa televisão, sem eles não haveria história a se contar. Cresci na companhia de todos eles, me formei e aprendi vendo cada um deles atuando e convenhamos, que artistas maravilhosos e inspiradores. O meu profundo obrigado a todos os artistas veteranos!”.

Vale lembrar, que Gilberto Braga é um dos principais autores de novelas da TV Globo, e responsável por grandes sucessos como “Vale Tudo”, que parou o Brasil com o suspense sobre “Quem matou Odete Roitman” e “Paraíso Tropical”, atualmente exibida pelo canal Viva. A novela recebeu o Emmy na categoria de melhor novela em 2008.