Confinamento

‘Hotel das Celebridades’, reality que mistura ‘BBB’ e ‘A Fazenda’, é aposta do SBT

Versão brasileira do sucesso argentino deve confinar famosos em um hotel construído nos estúdios da emissora

Danilo Reenlsober
Repórter do EM OFF

No começo dos anos 2000, o SBT se tornou um fenômeno televisivo ao estrear o “Casa dos Artistas”, o primeiro reality show de confinamento do Brasil. Agora, mais de 20 anos depois, a emissora de Silvio Santos quer retornar para o formato com o “Hotel das Celebridades”, versão brasileira do programa argentino “El hotel de los famosos”, que estreou em março desse ano.

A atração é descrita como uma grande mistura entre o “Big Brother Brasil”, da Globo, e “A Fazenda”, da Record TV. Na atração, diversos famosos são confinados num hotel por meses e competem por um prêmio em dinheiro. Na versão exibida na Argetina, 16 celebridades entraram na competição. O vencedor do reality, apresentado por Carolina Ardohain e Leandro Leunis, foi o ator e influencer Alex Caniggia.

De acordo com o colunista Flávio Ricco, do portal R7, o assunto é guardado a sete chaves pela direção do SBT. A emissora tem construído um novo estúdio no complexo da Anhanguera justamente para a criação do novo projeto, mas ninguém, a não ser as pessoas diretamente envolvidas, está autorizado a chegar perto da obra. Tudo para evitar que informações e imagens vazem.

Segundo Ricco, porém, corre nos bastidores que as obras estão seguindo num ritmo acelerado para que o novo estúdio fique pronto ainda esse ano. O “El hotel de los famosos” é um formato do executivo Diego Guebel e teria chamado atenção de Silvio Santos. O apresentador e empresário, dono do SBT, já tinha pedido estudos para a criação de um novo reality há alguns meses.

O novo estúdio é um dos maiores e mais tecnológicos do SBT e a emissora tem tentado manter tudo relacionado a ele em segredo. Tanto, que a emissora fez até “ameaças” aos funcionários: quem trabalha lá dentro tem que obedecer a uma série de proibições. Usar celular para fazer fotos do estúdio, por exemplo, dá até demissão por justa causa.