Fechar
No 'Caldeirão'

Jonathan Azevedo faz desabafo e Marcos Mion cai no choro

Ator fez um discurso, citou o filho de Mion e o apresentador do "Caldeirão" não conseguiu segurar a emoção

Bruno PintoRepórter do EM OFF

O dia foi de fortes emoções no “Caldeirão” deste sábado (09), e Marcos Mion não conseguiu segurar o choro. Jonathan Azevedo foi o convidado para participar do quadro “Sobe o Som” e fez o substituto de Luciano Huck ir às lágrima após um forte discurso sobre a luta diária contra o racismo. Durante o desabafo, o ator chegou a falar do filho de Mion, aí não teve jeito e o apresentador acabou chorando de vez.

Mion revelou que Jonathan sempre consegue arrancar suas lágrimas, pois carrega consigo sentimentos que são capazes de o deixar completamente emocionado. O ex-apresentador de “A Fazenda” falou do amor do ator por todos aqueles que estão ao seu redor: “Esse cara tem o dom de me emocionar toda vez que fala comigo. Toda vez me faz chorar. O amor que você sente pela vida, pelos seus e que você divide”.

Visivelmente emocionado, o novo contratado da Rede Globo ressaltou o carinho e reconhecimento de Jonathan ao citar seu filho: “Por exemplo, uma coisa que você não precisava, mas faz questão de representar e me falar sempre é o amor que você tem pelo meu filho, o Romeu. Toda vez, você faz questão de falar isso de uma forma tão verdadeira porque, o que ele precisa, é de um reconhecimento”.

No final de suas palavras, Mion já não conseguia sequer falar de tanta emoção. Diante daquela situação, Jonathan não pensou duas vezes e deu um forte abraço no apresentador do “Caldeirão”. Ainda se recuperando do discurso do ator, Marcos Mion escutou um desabafo que o deixaria muito reflexivo. Azevedo falou sobre as diferenças e como o preconceito ainda tira tantas vidas diariamente.

Continua após a publicidade

O ator fez questão de divulgar dados que mostram uma triste realidade para aqueles que pertencem a grupos que são discriminados constantemente: “Cada vez que estou nesse lugar, que vejo uma luz dessa, fico imaginando esse Brasil em que, a cada 23 minutos, morre um jovem negro. Fico pensando nesse Brasil aonde a mulher trans é a mais assassinada, a mulher preta é é assassinada”.

Jonathan Azevedo ressaltou a importância de sua mãe e comemorou a compra de uma casa para seus pais: “Dentro dessa realização, que não foi só minha, mas, sim, dessa mulher preta que me criou. Então, quando vejo a sua relação com o Romeuzão, é nisso que acredito. É no meu irmão que acredito, na minha comunidade. Acredito na que está para construir algo melhor. Tem muita gente boa nesse mundo”.

Com um desabafo emocionante, o ator que deu vida ao marcante personagem Sabiá, na novela “A Força do Querer”, concluiu dizendo que se faz necessário enaltecer todos aqueles que tem o objetivo de fazer o bem e, que nessa luta diária, já tem um lado vencedor: “Nós precisamos elevar as pessoas de bem para que elas acreditem que dentro dessa guerra mundana, nós vamos vencer”.