Fechar
Denúncia

Jornalista da TV Câmara denuncia diretor por agressão

Renata Fernandes Paiva acusa o chefe de usar a força física para retirá-la de um gabinete

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Renata Fernandes Paiva passou por momentos traumáticos recentemente. Segundo denuncia feita pela jornalista da TV Câmara de Natal, no Rio Grande do Norte, seu chefe teria a agredido fisicamente, o que acarretou em diversos hematomas pelo corpo, além de deixa-la vivendo em um verdadeiro inferno psicológico.

A jornalista afirma que o agressor é Francisco Rodrigo Neto, que desempenha a função de diretor na emissora. De acordo com Renata, ao tentar entrar em um gabinete, foi imediatamente impedida por Francisco. Ela disse que o suposto agressor teria forçado sua saída do local utilizando a força física. Renata contou que foi pega pelos braços.

Em pânico com o que havia ocorrido, a funcionária da TV Câmara resolveu tornar público o caso de agressão que sofreu. Com isso, a jornalista divulgou imagens, onde está visivelmente abalada, e com uma série de hematomas na região dos baços. As manchas roxas são grandes e demostram a intensidade da agressão.

Em entrevista ao jornal O Globo, Renata contou que está muito abalada psicologicamente e que as feridas causadas pelo suposto agressor não deixam sequelas “somente” no corpo: “Apenas fui pedir um material meu que está dentro da TV (Câmara). Eu fiquei muito mal, ainda estou muito mal emocionalmente, porque essas coisas não são só físicas, elas causam dano psicológico muito grande”.

Continua após a publicidade

A jornalista disse que teve que passar por consultas médicas para conseguir remédios que pudessem acalma-la e revelou que, devido ao estado em que se encontra, não consegue mais dormir: “Eu me consultei com uma médica que me prescreveu uns remédios para eu poder me acalmar e dormir. Há sete dias que não consigo dormir”.

Em choque, com receio de sofrer represálias e medo de perder seu emprego, Renata Fernandes não conseguiu denunciar o caso de imediato. A jornalista precisou de um tempo para pensar em tudo e escondeu a agressão, que teria ocorrido no dia 19 de agosto, e só conseguiu fazer a denúncia contra o diretor dias depois.

Renata contou que seu advogado a instruiu e a encorajou a denunciar o agressor. A jornalista revelou que já fez um boletim de ocorrência: “Fiquei com medo de sofrer represália, mas meu advogado me recomendou denunciar e divulgar. Tenho um laudo, fiz boletim de ocorrência e vou tomar todas as medidas judiciais cabíveis”.

Segundo a funcionária da TV Câmara, Francisco Rodrigo Neto, diretor da emissora e suposto agressor, já foi desligado da empresa. Ele está afastado da TV. Eu tenho duas testemunhas. E foi isso que aconteceu, única e exclusivamente porque eu pedi o meu material de trabalho de pesquisa de volta”.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo