Fechar
Equilibrio

Jovem Pan busca comentaristas de esquerda para mostrar imparcialidade

Jovem Pan busca comentarista de visão esquerdista e progressista para equilibrar e reverter a imagem de emissora bolsonarista

Aline TorresRepórter do EM OFF

A fama de ser um canal de direita e bolsonarista não está agradando a Antônio Augusto do Amaral Carvalho Filho, dono e CEO do canal Jovem Pan News, que estreou há uma semana. O chefão está atrás de comentaristas que possuam ideologia esquerdista e progressista para que o canal fique equilibrado e conquista um público mais diverso. Como consequência, a audiência poderá subir.

Segundo o colunista Gabriel Vaquer do portal Notícias da TV, a emissora já buscou um nome para preencher o buraco. Rita Lisauskas, que acabou de ser demitida da CNN ao lado de Caio Copolla, foi procurada para integrar a equipe de comentaristas, mas negou o convite de fazer parte de programas como “Opinião” e “Top of The Hour”, que possuem como características principais o debate entre pessoas com visões opostas.

A jornalista que passou um ano na CNN Brasil, mas que trabalhou em apenas 45 dias no quadro “Liberdade de Expressão” do programa “Visão CNN” ao lado de Carla Vilhena, já trabalhou em outras emissoras como RedeTV!, SBT e Band, afirmou que recebeu o convite da Jovem Pan News e agradeceu a proposta, mas que não aceitou ser contratada pelo novo canal.

Mesmo recebendo a negativa da jornalista, o diretor executivo Humberto Candil, que foi responsável pela formatação da CNN Brasil e da BandNews, busca novos nomes para compor a equipe de comentaristas da emissora e espera-se que uma nova contratação seja realizada ainda no mês de novembro. A empresa está ciente da fama de canal de direita/bolsonarista mas está decidida em uma contração diferente do que já tem feito.

Continua após a publicidade

Recentemente, Antônio Augusto do Amaral surgiu em uma publicação ao lado de Caio Copolla para divulgar a contração do bacharel em direito, recém-demitido da CNN Brasil. O comentarista político terá um programa no horário nobre da programação, o “Boletim Copolla”. Caio foi descoberto na Jovem Pan em 2019, mas foi chamado para ser comentarista na então recém-chegada CNN Brasil.

Outro que deve integrar o grupo de comentaristas da Jovem Pan é Alexandre Garcia, que também foi demitido recentemente da CNN Brasil após uma fake news sobre tratamento precoce contra a Covid-19 ter sido dada por ele ao vivo. A contratação do jornalista veterano foi anunciada por Antônio Augusto do Amaral através de uma publicação nas redes sociais, depois do anúncio da contração de Copolla, mas logo deletou a postagem. Em seguida, a empresa negou que tenha fechado contrato com Alexandre. A assessoria do jornalista não confirmou se ele foi ou não contratado pela Jovem Pan.

A novidade mais recente do canal, é a contratação do ex-Ministro do Meio Ambiente do governo Bolsonaro, Ricardo Salles. O político irá integrar o grupo de comentaristas da casa e participará do programa “Headline News”, com estreia prevista para esta quinta-feira (04), na atração exibida no período noturno. O ex-Ministro comentará sobre os mais diversos assuntos incluindo política, negócios, agronegócio, saúde, entre outros.

Bons salários e uma boa condição de trabalho serão ofertados para o próximo convidado a ser o mais novo contratado da Jovem Pan com visão esquerdista/progressista. A emissora espera aumentar ainda mais os bons números de audiência que vem conquistado desde a sua estreia, quando passou a CNN Brasil e em alguns momentos chegou perto da Globo News .

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff