Fechar
TV FECHADA

Jovem Pan News fracassa na audiência e tem Ibope zerado

O canal de notícias chegou a registrar bons números em sua estreia, mas a alegria durou pouco, chegando ao índice vexatório

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Pouco menos de um mês após sua estreia, a Jovem Pan começou a ter uma noção das grandes dificuldades que precisará enfrentar futuramente. O novo canal de notícias 24 horas conseguiu alcançar números expressivos, chegando a passar algumas concorrentes diretas em seu primeiro dia no ar. Mas a alegria da alta cúpula da emissora durou pouco, isso porque a Jovem Pan News zerou seu índice de audiência.

Antônio Augusto do Amaral Carvalho Filho, dono e CEO do canal Jovem Pan News, precisará correr contra o tempo para conseguir mudar o que há de errado e também para que a situação vexatória não volte a se repetir. O resultado negativo é tido como um dos grandes fracassos da história televisiva, piorando ainda mais quando comparado aos concorrentes que produzem o mesmo conteúdo.

Segundo dados divulgadas pelo portal TV Pop, a emissora com a fama de ser bolsonarista não foi capaz de alcançar um décimo sequer. Sendo assim, durante todo o dia, se manteve apenas com o público chamado residual. O resultado vergonhoso registrado pela “Jovem Pan News” significa que a programação do canal de notícias foi assistida por menos de 35.000 domicílios entre 07h00 e 00h00.

Vale ressaltar que os dados consolidados foram obtidos por meio do Painel Nacional de Televisão, ou seja, o resultado em questão levou em consideração a junção de números conquistados nas 14 maiores praças do país. O resultado da “Jovem Pan News” é muito preocupante, principalmente quando comparado aos índices de audiência alcançados por outros canais de notícias.

Continua após a publicidade

Para ter a dimensão do vexame da emissora de Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho, o Tutinha, basta verificar os números conquistados por outras emissoras. Enquanto a “Jovem Pan News” zerou na disputada briga pela audiência, a Globo News obteve uma média de 108.000 televisores sintonizados por minuto e liderou, seguida da Record News e CNN Brasil que marcaram 0.1 ponto.

Recentemente, foi divulgada a informação de que o dono do canal de notícias não estaria satisfeito com a fama que o canal acabou conquistando. De acordo com informação divulgadas pelo colunista Gabriel Vequer, do Notícias da TV, dirigentes do canal considerado alinhado ao governo Bolsonaro, receberam a ordem de buscar no mercado e contratar comentaristas políticos com ideologia de esquerda, para que haja um equilíbrio.

Sem perder tempo, a emissora procurou Rita Lisauskas, que na época havia acabado de ser demitida da CNN Brasil, mas acabou recebendo um não da jornalista. Ainda segundo o colunista, Rita seria contrata para integrar a equipe de comentaristas de atrações que tem como principal característica os debates entre pessoas com pensamentos e ideologias políticas distintas.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff