NO 'ENCONTRO'

Juliana Paes sai em defesa de Klara Castanho: ‘Já passei por coisa parecida’

No "Encontro", a atriz da TV Globo pediu que o público não faça julgamentos: "Vamos cuidar das nossas vidas"

Danilo Reenlsober
Repórter do EM OFF

A atriz Juliana Paes, que viveu a personagem Maria Marruá na primeira fase de “Pantanal”, participou do “Encontro” na manhã desta segunda-feira (27) e fez um longo desabafo sobre o caso envolvendo a também atriz Klara Castanho. A famosa pediu que as pessoas parem com os julgamentos e disse que já passou por uma situação semelhante, em que informações pessoas foram repassadas para a mídia.

Juliana Paes revelou ter ficado muito tocada com o assunto e pediu para falar. Em seguida, a atriz iniciou um verdadeiro desabafo: “Eu não queria deixar de ter oportunidade [de comentar] porque eu já passei por coisa parecida, de ter algo que não queria fosse contado, por um laboratório, na época que eu estava grávida, foi o próprio laboratório que acabou divulgando”, disse.

“E isso nem se compara com o caso de Klara Castanho, mas como defensora para a Prevenção e a Eliminação da Violência contra as Mulheres da ONU, eu escuto muitos casos assim, isso acontece mais do que a gente imagina. Então, é como se as nossas escolhas tivessem sempre que ser terceirizadas, como se a gente tivesse que passar pelo crivo de alguém”, ressaltou.

“Então, eu só queria deixar aqui publicamente, porque tem algumas horas que a gente não quer falar, a pessoa quer esquecer, mas deixar aqui o meu apoio. Acho que ela teve uma atitude muito corajosa e [quero] pedir para as pessoas que parem de julgar, parem com o julgamento. O julgamento adoece, ele transtona uma vida inteira, ele deprime, ele mata”.

Juliana Paes ressaltou que é alvo de julgamentos diariamente e ressaltou que os famosos não merecem ser expostos a todo momento. “Não é porque você é uma pessoa pública que a tua vida tem que ser esmiuçada em todos os momentos. A gente escuta muito ‘Ah, quem manda ser famoso?’, mas não existe nada mais cruel do que escutar isso. Você ser famoso você fica menos humano? Você é menos gente”, questionou a atriz.

Para encerrar seu desabafo, a atriz da TV Globo pediu que os críticos cuidem da sua própria vida. “Parem de achar que o famoso tem que ter toda a vida esmiuçada, não é. A gente é famoso porque isso é um reflexo do nosso trabalho, mas isso não é a primeira coisa que a gente busca, almeja o tempo inteiro. E vamos cuidar das nossas vidas né?”, emendou. A apresentadora Fátima Bernardes concordou com a fala e agradeceu o depoimento de Juliana Paes.

A atriz Klara Castanho foi obrigada a se posicionar neste domingo (26), com uma carta aberta no seu Instagram, após os jornalistas Matheus Baldi e Leo Dias, além da apresentadora Antônia Fontenelle, terem revelado que ela foi vítima de um estupro, mas resolveu colocar a criança gerada à adoção, seguindo todos os trâmites legais. Klara disse que queria manter o assunto em segredo.