Fechar
climão

Luciano Huck causa discórdia entre Felipeh Campos e Sonia Abrão

Apresentadora do “A Tarde é Sua” discordou de observação do colega de trabalho sobre Luciano Huck e Marcos Mion

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

A ida de Luciano Huck para os domingos da Globo segue mexendo com os ânimos dentro e fora da emissora. Isso porque, o “Domingão com Huck”, responsável por substituir Faustão nos finais de semana, não tem cumprido com a expectativa da emissora em matéria de audiência. Um arrependimento da Globo sobre a escalação do marido de Angélica para a missão foi pauta no “A Tarde é Sua”, da RedeTV!, nesta terça-feira (14). O programa foi marcado por um climão entre Sonia Abrão e Felipeh Campos.

Segundo o colunista Alessandro Lo-Bianco, a área comercial do canal teria orientado a alta cúpula a devolver o pai de Eva, Joaquim e Benício para aos sábados, e substituí-lo por Marcos Mion. A aceitação do mercado publicitário com o ex-Record poderia elevar o faturamento da casa, já que ele foi o grande responsável por tornar “A Fazenda 12” um sucesso rentável para a antiga empresa que trabalhava.

O contratado da RedeTV! reforçou no “A Tarde é Sua” que o canal dos Marinho já teria sondado Marcos Mion sobre a possibilidade de assumir os domingos da casa. Anteriormente, a conversa sobre a mudança teria ocorrido somente entre o departamento comercial e a diretoria. Mion teria ficado preocupado com a rejeição do veterano e um possível estranhamento.

Na matéria de capa do vespertino, foi ressaltado que a Globo pediu um resumo dos pacotes publicitários do “Caldeirão” e do “Domingão com Huck”, com claro objetivo de comparar a receita de ambos os programas e fazer um levantamento sobre o início e o término dessas cotas. As movimentações para uma possível batida de martelo estão a todo vapor nos bastidores.

Continua após a publicidade

“Exatamente, mas não me surpreende a reação do Marcos Mion porque ele sempre foi conquistando as coisas às custas do talento dele, sem puxar o tapete de ninguém. Isso vem como uma ordem, uma convocação da emissora. Se precisar ser assim, vai ser porque é o financeiro que tá mandando, nem é mais a parte artística. Vai depender dessas análises”, falou Sonia Abrão.

A discussão saudável na roda da fofoca ganhou novos rumos após a saída do colunista da divisão de telas. “Eu fico imaginando a situação dele, é bastante complicada”, disse Sonia. Vladimir Alves tomou a palavra e falou sobre o cenário de Mion aos domingos. “Eu acho que ele é a pessoa mais esclarecida sobre a atual situação, porque a gente sabe que ele não é um mau-caráter, ele ocupa o posto [dos sábados] pelo talento e profissionalismo dele. Ser alçado ao posto de apresentador dominical é uma consagração de tudo isso, mas acho que ele não esteja em uma situação cômoda pra ocupar o lugar de alguém que lutou a vida toda pra ficar no lugar”.

Felipe Campos reprovou a movimentação da líder de audiência com os apresentadores. “Eu acho que a Globo não tem que fazer esse tipo de coisa, tinha que manter o Luciano Huck aos domingos [pra ele] fazer o showzinho dele. Eu particularmente não gosto!”. O jornalista também disse que o assistencialismo foi o forte do extinto “Caldeirão do Huck”, o que causou um climão no “A Tarde é Sua”

Sonia Abrão discordou do colega de trabalho e disparou: “Eu acho que você não assistiu o Caldeirão nesses 21 anos, teve muito musical, é entretenimento”. Campos tentou justificar seu pensamento. “Eu assisti, mas o assistencialismo fazia parte”. Já a titular se manteve firme e reforçou o climão. “É programa de auditório”. O embate entre os famosos deixou Thiago Rocha e Vladimir visivelmente surpresos.