Sem debate

Lula e Bolsonaro ‘dão o cano’ e CNN Brasil cancela debate presidencial

CNN Brasil desistiu de apresentar o debate dos presidenciais após os dois principais candidatos não confirmarem presença

Aline Torres
Repórter do EM OFF

A primeira emissora a desistir dos debates presidenciais já foi anunciada. A CNN Brasil decidiu que não haverá o tradicional programa que sabatina os candidatos à presidência da República após Jair Messias Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não confirmarem suas participações no encontro.

Segundo o Notícias da TV, mesmo com a data marcada para o dia 6 de agosto, os dois principais candidatos não responderam se iriam ou não, fazendo com que a emissora optasse pela desistência. Em nota enviada para o site, a emissora afirmou que não faria sentido realizar o encontro sem a presença dos dois presidenciáveis na sabatina:

“A CNN reforça seu interesse em estimular o amplo debate entre os postulantes à presidência e considera fundamental que eles se comprometam com o comparecimento para prestar informações aos eleitores, tendo como objetivo único o fortalecimento da democracia brasileira”, diz a nota.

O EM OFF noticiou em junho que a incerteza da presença dos principais presidenciáveis nos debates estava resultando no interesse de emissoras a desistir de televisionar os programas. A princípio, a CNN já anunciou que não fará mais o debate e, posteriormente, outras emissoras podem demonstrar desinteresse em transmitir

Lembrando que o primeiro turno das eleições de 2022 serão realizados no dia 2 de outubro. Segundo o colunista do portal R7, Flávio Ricco, Lula e Bolsonaro não chegaram a confirmar a presença nos debates de nenhuma das grandes emissoras como Band, Globo e SBT.

O jornalista Murlo Fagundes noticiou que Bolsonaro não pretende participar de nenhum debate do primeiro turno das eleições. o próprio presidente da república afirmou durante uma participação no “Programa do Ratinho”, que não prende participar de debates e ainda defendeu que as perguntas sejam previamente acertadas.

“No 2º turno, vou participar. Se eu for [para o 2º turno]. Devo ir, né? Aí vou participar. No 1º turno, a gente pensa. Por quê? Se eu for, os 10 candidatos vão querer o tempo todo dar pancada em mim”, disse o atual presidente. “O debate tinha que ser com pergunta pré-acertada com os encarregados, para não baixar o nível”, completou Bolsonaro.