Fechar
MEMÓRIA FALHA

Mariana Godoy comete gafe e esquece que é contratada da Record

Mariana Godoy, jornalista e apresentadora do Fala Brasil, trocou o nome da Record por sua antiga emissora no ar

Adriel MarquesRepórter do EM OFF

Os jornalistas volta e meia costumam cometer gafes na televisão aberta ou por assinatura. Dessa vez quem caiu em uma cilada foi Mariana Godoy, apresentadora do Fala Brasil nas manhãs da Record. Há alguns meses atrás a comunicadora criticou uma live do presidente Jair Bolsonaro, chamando a transmissão ao vivo de “bizarra”. O momento repercutiu nas redes sociais e na emissora, causando um desconforto para a beldade, que levou um puxão de orelha.

Durante o anúncio de uma entrada ao vivo, Mariana Godoy errou o nome do canal em que trabalha: “E agora o helicóptero da RedeTV! mostra pra vocês imagens que foram feitas”, disparou a jornalista na bancada do Fala Brasil. Sua passagem pela RedeTV! aconteceu no ano passado, comandando o RedeTV! News, não demorou muito e a celebridade pediu demissão. Buscando mudar de segmento, entrou na Rede Bandeirantes, apresentando o Melhor Agora que não alavancou.

O motivo que fez a comunicadora deixar a Band, foi supostamente um problema de saúde. Em fevereiro deste ano, a Record contratou Mariana Godoy. A jornalista já passou pela GloboNews, Rede Globo, SBT e Rede Manchete. O público do sofá acompanhou a paulista no Jornal Hoje, SPTV, Bom Dia São Paulo, Jornal das Dez, Jornal do SBT, Mariana Godoy Entrevista e São Paulo Já. Segundo o NaTelinha, alguns funcionários já reclamaram do gênio forte da famosa, que é bem difícil de lidar.

William Waack, jornalista da CNN Brasil, também trocou o nome do jornalístico citando um produto da emissora concorrente: “Recorrentemente, pelo menos aqui no Jornal Nacional… é… Jornal da CNN temos falado bastante disso também”. Em outro momento, repetiu o mesmo erro: “Como a Débora disse, nós temos um bom espaço nessa edição do Jornal Nacional dedicado a essa questão um pouco mais adiante”.

Continua após a publicidade

Maria Beltrão, jornalista da GloboNews, bate o recorde de micos no ar. No mês passado esqueceu que estava aparecendo ao vivo e tricotou com os colegas de trabalho naturalmente. O papo era sobre a sobremesa brigadeiro e a data de invenção: “Oi? Oi, desculpa gente! Estamos no ar?”. “Vocês não vão acreditar. Estávamos falando de brigadeiro e estou vendo a história. Vocês acreditam que a bisavó da Christiane Pelajo que inventou o brigadeiro?”, disparou Beltrão explicando qual era o assunto que vazou.

Fernando Gabeira já apareceu dormindo enquanto Aline Midlej, apresentadora do Edição das 18h, pedia o comentário do jornalista. Valdo Cruz também se divertiu quando seu cachorro latiu e o áudio sobressaiu no programa: “É o meu cachorro. Acho que ele não está gostando do comentário”. Maria Beltrão atacou novamente, de forma bem-humorada, deu uma bronca na produção do Estúdio I. Após errar um texto, passando pelo teleprompter alfinetou: “Olha, eu acho ridículo o pessoal que fica no switcher ficar gargalhando da minha cara. Isso não se faz”.

Lilian Ribeiro deixou o ponto eletrônico cair ao vivo e ficou bem constrangida: “Caiu. Vocês viram, né? Daqui a pouco eu pego”. Bianka Carvalho, repórter de Recife, também levou o público ao delírio após repreender um entrevistado que não utilizava a máscara de proteção contra o novo coronavírus: “Bota a máscara, abençoado!”. Já teve até ator da Globo sendo confundido com serial killer. O nome do marido de Taís Araújo apareceu no CG do GloboNews em Ponto de uma forma inusitada.

“Força-Tarefa encontrou possível esconderijo de Lázaro Ramos”. O nome do assassino de Brasília, Lázaro Barbosa, foi trocado também no SBT. Sobrou até para político desatento, é o caso de João Leão, vice-governador da Bahia. O homem trocou o nome da GloboNews pela BandNews: “Um prazer grande estar com vocês, Julia e Otavio. Parabéns a BandNews! Sou assíduo ouvinte do trabalho de vocês. Parabéns pelo belo trabalho!”.