Fechar
AO VIVO

No ‘Encontro’, Glória Pires revela trauma envolvendo diretor da TV Globo

Ao ser indagada por Fátima Bernardes, a atriz admitiu um acontecimento que a deixou traumatizada por muitos anos

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Glória Pires foi a convidada especial do programa “Encontro”, transmitido na manhã desta quinta-feira (09). Além de mostrar que estava por dentro de tudo o que rola na novela “Pantanal”, ao participar de um quadro que comenta os últimos acontecimentos do folhetim das nove, a atriz foi homenageada por Fátima Bernardes ao ser anunciada como a personagem do “TBT do Encontro”.

A apresentadora da atração matinal da Rede Globo começou destacando a quantidade de papeis que Glória já fez na televisão e que, por isso, ela ganharia algo especial na atração: “O quadro normalmente tem nove passagens, mas a gente conseguiu fazer doze. Porém, mesmo assim, ficou muita coisa de fora. Eu queria falar da personagem Marisa, que soube que você, nessa época, fez um teste, mas estava muito desanimada com a carreira. Gente, ela estava preocupada com os rumos estavam tomando… É isso mesmo?”.

Diante do questionamento feito pela jornalista, a mãe de Cleo Pires admitiu não estar em seu melhor momento na época: “Eu comecei a minha carreira cedo demais. Daí, existia toda uma expectativa por essa questão do tempo, com a vida apenas começando… É muito difícil você imaginar o futuro, porque você quer as coisas ali, naquele momento. Então, eu estava mesmo um pouco sem rumo e também desanimada”.

Um dos fatores que acabou a deixando muito tensa foi um trauma que tinha de um diretor da emissora dos Marinho: “Fazer esse teste foi um desafio também. Isso porque, o diretor da novela era o Daniel Filho e eu tinha uma história com ele antes disso aí. No meu primeiro teste aqui na Globo, para uma novela que se chamava ‘O Primeiro Amor”, ele me rejeitou. Nisso, eu fiquei num trauma grande com ele”.

Continua após a publicidade

Glória Pires revelou que esse sentimento foi tão forte, que a dominou por longos anos, mesmo tendo a oportunidade de trabalhar com o diretor em outros momentos: “Embora nós tivéssemos feito outras coisas, eu vivi um trauma por cerca de uns sete anos. Mas foi ele quem me escolheu para fazer esse papel. Então, naquele momento, essa história acabou ficando meio zerada”.

A atriz revelou também que, quando mais nova, era muito tímida e que seus pais foram fundamentais para superar as dificuldades que foi encontrando no início de sua carreira: “O meu pai e minha mãe sempre me davam total suporte, porém, eu era muito tímida e tinha muita dificuldade. Ele era proativo, sempre querendo mais, era um incentivo que quase chegava a fazer as coisas no meu lugar”

Por fim, Glória Pirez disse que a vontade de seu pai era tanta que, às vezes, sequer conseguia acompanhar seu ritmo acelerado: “Eu sempre falava para ele ter um pouco de calma, mas ele sempre esteve ao meu lado, me ajudando a superar essa timidez”, concluiu a atriz que ainda recebeu uma surpresa do amigo Marcos Frota, com quem já teve momentos marcantes na teledramaturgia.