TV

No SBT, Danilo Gentili desabafa, diz sentir orgulho de Léo Lins e fala em censura

Durante o The Noite, o apresentador saiu em defesa de Léo Lins e disse que ele é uma boa pessoa

Danilo Reenlsober
Repórter do EM OFF

O apresentador Danilo Gentili, que comanda o “The Noite” nas noites do SBT, fez um desabafo no programa desta terça-feira (19) após a demissão do humorista Léo Lins, que fazia parte do elenco da atração, ocorrida no começo do mês. Na sua fala, o comediante reverenciou o ex-companheiro de emissora, disse se orgulhar de ser amigo de Lins e disse que a polêmica envolvendo o famoso pode abrir portas para “censuras mais agudas”.

“Eu quero falar algumas coisas aqui nesse programa que o Léo Lins ajudou a construir”, começou Danilo Gentili, no desabafo. “O Léo Lins é uma das melhores pessoas que eu já conheci, ele é gentil, ele é generoso, ele é extremamente empático. (…) o Léo Lins sempre agiu silenciosamente, mais importante do que parecer bom, é ser bom e ele é uma boa pessoa”.

Em seguida, o apresentador resolveu comentar que a fala de Léo Lins era apenas uma piada que tomou outras proporções. “Eu sei que é chato explicar o óbvio, mas a gente tem vivido tempos chatos. Uma das bases da comédia é o absurdo, é o exagero (…) Absurdos e exageros são ótimos escapes pra momentos de tensão. A comédia é a arte de dizer absurdos para aliviar assuntos tensos. É o que eu faço, é o que o Léo Lins faz. É uma boa pessoa falando absurdos”.

Ainda em sua fala, o apresentador do “The Noite” questionou parte do público. “Muito se fala sobre piadas ruins, mas ninguém fala sobre ouvintes ruins de piadas. Quão amargurada é uma pessoa que se ofende com uma piada feita apenas para trazer o riso? (…) Porque você que não riu de uma piada acha que sua opinião é mais importante diante uma plateia inteira que riu? Se a gente não condena um ator que interpreta um criminoso, porque a gente problematiza tanto um comediante falando besteira?”, perguntou.

Para encerrar, Gentili se disse orgulhoso em ser amigo de Léo Lins e falou em censura. “Esse tipo de comportamento pode ser a porta de entrada para censuras mais agudas, que já atingem boas pessoas de todas as áreas de atuação, independente de ideologia. Tá ficando um saco. Quem realmente é capaz de fazer o mal esconde isso com palavras bonitas. Me orgulho do meu amigo Léo Lins, que opta por falar besteiras para fazer as pessoas rirem e, no particular, faz coisas bonitas”.

No começo de julho, um trecho do show de Léo Lins viralizou e causou comoção. No vídeo, o humorista aparece tirando sarro de uma criança com hidrocefalia. Ele começa citando o Teleton, ação organizada pelo próprio SBT e pela AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente), que arrecada dinheiro para ajudar crianças com problemas de saúde, e mencionou a história de um menino do interior do Ceará.

“Eu acho muito legal o Teleton, porque eles ajudam crianças com vários tipos de problema. Vi um vídeo de um garoto no interior do Ceará com hidrocefalia. O lado bom é que o único lugar na cidade onde tem água é a cabeça dele. A família nem mandou tirar, instalou um poço. Agora o pai puxa a água do filho e estão todos felizes”, falou o humorista. A situação tornou o clima nos bastidores do SBT insustentável e ele foi demitido.