Fechar
TELEVISÃO

OPINIÃO: ‘Vem Pra Cá’ é muito melhor que ‘Encontro com Fátima Bernardes’

Mais "esforçado" do que o Encontro com Fátima Bernardes, Vem Pra Cá é injustiçado nas redes sociais

Erlan BastosColunista do EM OFF

Nesse tempo extremamente nebuloso devido a atual situação de incertezas que vivemos, já podemos nos considerar vitoriosos por simplesmente estarmos vivos, certo? A TV vem se esforçando para se reinventar. Ver uma emissora como o SBT lançar um programa novo num tempo que tantas emissoras estão apostando em reprises é algo louvável. Ainda mais uma emissora que sempre foi criticada por usar reprises mexicanas, mas que dão audiência.

Lançar um programa novo, envolve uma enorme equipe. O “Vem Pra Cá” apresentado por Patrícia Abravanel e Gabriel Cartolano, foi a nova aposta do SBT. O programa não é perfeito, mas entre os matinais, sem dúvidas, é o melhor a ser oferecido ao público. Os apresentadores, hoje, estão bem alinhados por sinal. O programa é muito melhor, por exemplo, que o “Encontro com Fátima Bernardes” que é muito sem graça e a ausência de conteúdo é visível.

Em qualquer outra emissora o “Encontro” certamente daria traço. O “Vem Pra Cá” é muito mais atrativo, interessante e a produção se esforça e muito nas pautas. A sensação que tenho do “Encontro” é que ele é feito “com preguiça”. Pode não ser, mas essa é a impressão que passa ao telespectador. 

Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos, é duramente criticada por tudo que faz. Na minha humilde opinião, diversas vezes, de forma injusta. O que agravou a situação da apresentadora, foi a polêmica envolvendo a classe LGBTQIA+. Nesta ocasião em especial, foi sim um comentário infeliz, reconhecido pela própria apresentadora. 

A internet tratou de “cancelar” Patrícia e é aí que está o problema. A internet inteira criticou muito a Lumena, quando ela participou da última edição do Big Brother Brasil 21. A crítica contra Lumena era justamente essa: ela cancelou todo mundo em cima de narrativas.

Se você não assistiu, ela cancelava até Lucas Penteado que se assumiu bissexual dentro do programa. Mas as pessoas que criticaram Lumena fazem exatamente como ela, cancelam, são juízes. A pessoa cometeu um, dois, três erros, ela já não “presta” mais para nada. Ela tem que ser “esquecida”.

Isso é errado. Se o “cancelado” não se desculpa, vai ser cancelado pra sempre, e caso se desculpe, os canceladores falam que o cancelado só pediu desculpas porque foi… Cancelado, e não simplesmente porque viu que errou e quer consertar.  

Eu já errei diversas vezes na minha vida. Você que está lendo esse texto também já errou e vai continuar errando. Até que a gente consiga ir evoluindo aos poucos. A evolução não tem idade, é constante. Já pensou se você fosse cancelado ou cancelada por um erro que você já fez e de repente você fosse “expulso” da sociedade?

Lembra do caso Aline? A influenciadora que estava com casamento marcado, mas o noivo terminou a relação um dia antes do casamento e ela resolveu se casar sozinha!? Ela se casou e postou o vídeo nas redes sociais. Internautas e Instagrams de fofoca chamaram a influencer de “biscoiteira” só porque resolveu se casar sozinha. Foi massacrada por dois dias seguidos.

Aline não aguentou a pressão e tirou a própria vida. Todos os dias a internet está sedenta por “cancelar” alguém, mas chega o “Setembro Amarelo“, todo mundo coloca sua bela fita amarela no perfil contra o suicídio e a hipocrisia segue.

Enfim. Talvez eu seja cancelado até por esse texto, podem falar que estou passando pano e etc etc etc. Mas, eu já estou acostumado. Tem pessoas que conseguem passar por isso, Aline chegou ao seu extremo e não conseguiu. Quantas pessoas a internet vai matar até parar de espalhar ódio transvestido de opinião?

Patrícia Abravanel e Gabriel Cartolano (Reprodução)

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo