Fechar
Ex-executivo

Pai de Tiago Leifert quebra o silêncio e fala sobre acusações de nepotismo na Globo

Ex-executivo da Globo afirmou que o filho teve seu talento reconhecido por colegas

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

A confusão envolvendo Tiago Leifert e Ícaro Silva segue dando o que falar. Após o ator insinuar que o ex-apresentador do “Big Brother Brasil” teve privilégios na Globo por ser um filho de um diretor da área comercial, Gilberto Leifert, que trabalhou na emissora líder de audiência por 30 anos, contrariou o herdeiro famoso, quebrou o silêncio e rebateu acusações de nepotismo.

O ex-executivo disse que o talento do filho para a TV sempre foi algo notório e que isso o motivou a apresentá-lo à TV Gazeta aos 16 anos. Na emissora paulistana, o comunicador atuou como repórter sem remuneração. Logo depois, se dedicou aos estudos em uma universidade dos Estados Unidos, retornando ao Brasil mais tarde. Na sequência, foi contratado pela Globo, onde começou no “Globo Esporte”

“Jamais me meti nos assuntos que diziam respeito ao seu trabalho. Essa era a nossa regra do jogo (minha e sua) e meus pares a presumiam. Colocar o filho na telinha e expô-lo ao escrutínio diário da diretoria, do público, do mercado publicitário e da crítica não é o jeito mais suave e menos chamativo de nepotismo”, argumentou o pai do ex-apresentador do talente show “The Voice Brasil”.

O patriarca criticou a repercussão sobre o posicionamento do comunicador após Ícaro classificar o “BBB” como “entretenimento medíocre”. Na ocasião, Tiago Leifert disse ‘pagamos o seu salário”, em referência ao faturamento recorde do reality show de confinamento. Vários famosos enxergaram racismo estrutural na fala. Já Silva afirmou que o que paga o seu salário “é a entrega”.

Continua após a publicidade

“Tenho setenta anos e cresci vendo a nação brasileira conviver com impunidade; negar o mérito das pessoas, suspeitar da honestidade e da integridade de quem alcança sucesso. O esporte preferido dos brasileiros não é o futebol. É o falar mal dos outros. Por isso, foi tocante e merecida a linda homenagem que lhe foi prestada ontem pela Globo e por seus colegas do The Voice Brasil”, disparou.

Gilberto seguiu seu desabafo afirmando que o talento de Tiago Leifert já era reconhecido por colegas da emissora. “Não apenas porque sou seu pai, mas porque fui seu colega. Nunca trabalhamos na mesma área. Você inicialmente numa emissora afiliada, depois no SporTV, no Jornalismo/Esporte e depois no Entretenimento. Eu no Comercial. Meus ex-colegas, que foram seus chefes, reconheceram desde logo seu talento, seu preparo e dedicação”.

“Quem conhece a Globo sabe que nenhum jovem jornalista, com apenas 28 anos, “ganha” a responsabilidade e o desafio de editar o Globo Esporte de São Paulo porque é filho de um funcionário graduado. E nenhum funcionário (na ocasião eram mais de oito mil), apenas por ser filho de um diretor, “merece” a confiança de poder dizer o que bem entender ? seus chistes, suas broncas, seus discursos ? em programas líderes de audiência, transmitidos ao vivo, como o Big Brother Brasil ou substituindo o gigante Fausto Silva”.

Por fim, o pai de Tiago Leifert o aconselhou a não se importar com as críticas. “Não se preocupe com quem nega nossos méritos e desmerece nossas conquistas. Preocupe-se, sim, defender suas crenças, ser honesto, leal, decente, generoso; bom patrão, bom amigo, bom filho, bom marido e bom pai, como, aliás, tem sido. Nossa família sente muito orgulho de você”.

Tags Relacionadas: