FALOU TUDO

Paparazzo humilhado por Emanuelle Araújo detona atriz e manda recado

Durante o programa "A Tarde é Sua", o fotógrafo Rodrigo Adão revelou que se sentiu mal com a maneira como foi tratado pela atriz

Bruno Pinto
Repórter do EM OFF

Recentemente, Emanuelle Araújo usou suas redes sociais para expor sua ira com um paparazzo que estava lhe fotografando enquanto caminhava pelas ruas do Rio de Janeiro após sair de uma academia. Revoltada, a cantora baiana não conseguiu se conter e, não satisfeita em expor o profissional, fez questão de rebaixar a profissão de paparazzo e ainda sugeriu ao rapaz que ele procure “uma profissão melhor”.

Indignado com a forma como foi tratado pela também atriz, Rodrigo Adão revelou sua decepção com Emanuelle e ainda mandou um recadinho para ela. Durante o programa “A Tarde é Sua”, transmitido nesta sexta-feira (30), o fotógrafo falou tudo o que estava “entalado” em sua garganta desde o episódio ocorrido na última quarta-feira (27), em um bairro localizado na Zona Sul do Rio.

Rodrigo discordou das palavras da cantora e ressaltou a importância da profissão que diz ter muito orgulho: “A atriz, por meio de suas redes sociais, colocou um vídeo falando que a profissão de paparazzo está ultrapassada. Desculpe, mas eu acho que não! Paparazzo não está ultrapasso, até porque eu sustento toda a minha família com isso. É uma profissão eu amo exercer, assim como todos os meus colegas, que adoram”.

Na sequência, o fotógrafo não pensou duas vezes antes de mandar um recado especial para a atriz da Rede Globo. Segundo ele, a cantora precisa parar e pensar em seus conceitos referentes aos paparazzos: “Senhora Emanuelle, eu achei o seu descaso desnecessário com todos nós. Vale ressaltar que um dia você já precisou da gente, tá? Então, eu peço, por favor, que a senhora repense nas coisas que você falou”.

Rodrigo Adão revelou que as palavras ditas por Emanuelle foram pesadas, deixando-o ofendido. Por fim, o fotógrafo pediu o mínimo que ele e seus colegas de profissão merecem, que é respeito: “Eu me senti um pouco ofendido, porque é como se o meu trabalho fosse qualquer trabalho, mas não é. O meu trabalho é digno sim, o meu trabalho é de respeito e todos nós [paparazzo] merecemos respeito”.