Fechar
RuPaul

Programa de Xuxa com drag queens não era o ‘Drag Race’; entenda

Xuxa deve comandar formato inédito no Brasil, e não versão nacional do RuPaul Drag's Race

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

Xuxa Meneghel foi convidada para apresentar um programa sobre drag queens no Brasil. No entanto, o formato não se trata do “RuPaul’s Drag Race”, conforme havia sido especulado pela imprensa especializada há algumas semanas. A apresentadora deve comandar um formato original brasileiro a partir de 2022.

Segundo uma fonte que convive no ciclo de amizades da ex-contratada da Record TV relatou para a colunista Gaby Cabrini, no “Fofocalizando”, exibido pelo SBT, o programa de Xuxa com drag queens se trata de um reality show que vai percorrer algumas das principais cidades do país. A atração se passará em um ônibus ao estilo “Priscilla, a Rainha do Deserto”.

Ainda não se sabe que emissora exibirá o programa, nem quando se dará a sua estreia. Por outro lado, Xuxa Meneghel ainda não teria assinado o contrato para comandar a atração, que deve contar com outros nomes em seu elenco. A apresentadora não comentou oficialmente a informação veiculada no programa de fofocas do SBT.

Em agosto, o jornalista Fabrício Falcheti, do site NaTelinha, divulgou que o Multishow, canal por assinatura do grupo Globo, vai produzir a versão brasileira do reality show “RuPaul’s Drag Race”. A ideia, segundo o profissional, é de que a atração seja levada para a TV aberta em sua sequência.

Continua após a publicidade

Após ter sido apontada como a apresentadora brasileira do “RuPaul’s Drag Race”, Xuxa Meneghel virou alvo de críticas e discussão entre os fãs do formato internacional. Isso porque, muitos acreditam que uma pessoa que faz parte da comunidade LGBTQIA+ deveria ficar à frente da atração no Brasil.

Nesta segunda-feira (27), Paulette Pink surpreendeu os fãs ao desabafar nas redes sociais que Xuxa se sentiu desmotivada após as críticas sobre sua escalação para apresentar a competição de drag queens. Aliás, a loira já teria sido aprovada por RuPaul, responsável por criar o formato de sucesso mundial.

“Depois da repercussão negativa que a Xuxa colheu por ser indicada a apresentar o Drag Race Brasil, ela ficou muito chateada com a classe LGBT e decidiu desistir de assinar o contrato. Vocês não acham que deve ser muito difícil essa rejeição depois de anos levantando a bandeira para a classe?”, questionou.

A drag também ressaltou que Xuxa teria sido traída pela comunidade que ela tanto defende. “Mas uma vez eu afirmo aqui que receber um não de quem a gente mais ama não é fácil. Então, Deuses da Sabedoria, tentem primeiro descobrir quem inventou, fabricou e embalou o glitter para que hoje vocês possam brilhar e lacrar a vontade”.