Fechar
Opinião

Promotora de Justiça diz que Dayane Mello foi alvo de estupro coletivo

A convidada do A Tarde É Sua deu sua opinião sobre o caso em que o cantor foi acusado de abusar sexualmente de Dayane Mello

Nayara VieiraRepórter do EM OFF

O A Tarde É Sua desta segunda-feira (27) pautou a expulsão de Nego do Borel de A Fazenda 13. Para falar do assunto, a produção de Sonia Abrão convidou a promotora de Justiça Eliana Passarelli, que deu sua opinião sobre o caso em que o cantor foi acusado de abusar sexualmente de Dayane Mello no reality show da Record TV.

Depois de introduzirem o assunto com um vídeo do funkeiro na cama com Dayane, a promotora comentou o caso. “Eu não me posiciono, sinceramente, como promotora de Justiça, nem de um lado e nem do outro. Por exemplo, o não dela, não é um ‘não’ gritado, a vítima não precisa gritar, mas ao mesmo tempo ela explica porque ela não pode, e é por causa da filha”, começou.

“Aqui surge uma outra situação, que é o número de pessoas ali assistindo, literalmente assistindo. É um estupro coletivo”, afirmou Eliana. Sonia então perguntou se ela estava falando de todos os participantes que estavam no quarto. “Deram um toque ‘não fica aí que vai dar encrenca’. Todo mundo deu um toque e não fez nada”, comentou a apresentadora.

A promotora concordou e continuou seu raciocínio: “A partir do momento que eu sugiro ‘ah não, não faz isso’ e continuo quieto na mesma posição, não tomo uma ação, mas tomo como omissão. Desculpa gente, é todo mundo co-autor“. Eliana ainda afirmou que Dayane não estava em estado de vulnerabilidade.

Continua após a publicidade

Ela prosseguiu: “Já é uma negativa, ‘não posso’ significa não quero. Quem está bêbado nessa situação é ela. Mas tem uma coisa, pelo que entendi não é uma vulnerabilidade que a gente enquadra em direito penal. O estupro de vulnerável presume que ela estivesse absolutamente alcoolizada ao ponto de não falar, no que a gente chama de ‘fase do porco’ onde só se vomita ou entra em estado de coma.”

Mas digamos que a gente quisesse a vulnerabilidade, ela teria que sair em uma maca para o hospital. Em situação alcoolizada a gente teria que comprovar que ela estava alcoolizada. Só um médico pode avaliar a vulnerabilidade por embriaguez”, avaliou ela.

Para a promotora, a produção de A Fazenda 13 e os demais participantes do reality tiveram culpa pelo que aconteceu com Dayane. “As pessoas que ali ficaram paradas e não tiveram ação de tirar ela da situação apagam as luzes e a própria produção da ação para que o ato continue, desculpe”, completou ela.

Nego do Borel foi expulso do programa neste sábado (25) após pressão da internet, patrocinadores e da própria equipe de Dayane. Segundo a assessoria da modelo, a parte jurídica fez um boletim de ocorrência contra o cantor carioca e ele passou a ser investigado. Nas redes sociais, o artista se pronunciou e afirmou ser inocente das acusações.

Confira o programa: