Fechar
Greve

RedeTV! proíbe funcionários grevistas de beber água e ir ao banheiro

Funcionários grevistas da RedeTV! foram proibidos de usar os banheiros da emissora

Augusto ViannaRepórter do EM OFF

A greve de centenas de funcionários da RedeTV!, que pedem reajustes salariais que não recebem há quatro anos, chegou ao terceiro nesta quinta-feira (2), em Osasco. No entanto, a situação contra os grevistas só se agrava. Acampados na porta da emissora em busca de respostas, eles foram proibidos de entrar no local para necessidades fisiológicas, como ir ao banheiro e beber água. 

De acordo com o perfil Fofoquei, uma funcionária da portaria disse que a ordem é não deixar os grevistas entrarem para nada. Para se manter em frente à RedeTV!, os sindicalistas providenciaram galões de água e dois banheiros químicos. A direção da emissora ainda tenta retirá-los. Apesar do protesto ser pacífico, uma viatura da polícia está fazendo a escolta para que os manifestantes não comecem a reagir. 

O Notícias da TV apurou que a RedeTV! tentou impedir a greve com uma proposta salarial e ofereceu 3,8% de aumento. Porém, foi rejeitada, porque os profissionais dizem que o reajuste deve ser de 18,72%. O último dissídio aprovado foi para o triênio entre 2016/2018. Para eles, o dinheiro não é o problema para a emissora, que pode pagar os devidos valores. O Sindicato emitiu um comunicado.

O sindicato disse que a RedeTV! fatura alto com os programas que exibe: “Além dos sorteios de prêmios que ajudam a manter a receita da RedeTV!, a emissora fechou contratos milionários com a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Petrobras, Ministério da Saúde, Ministério da Educação, governo do estado de São Paulo e outras importantes instituições públicas”.

Continua após a publicidade

Eles alegam também que parte do faturamento vem das redes sociais e de marcas famosas no mercado publicitário. “A RedeTV! também recebeu investimentos milionários do Bradesco, Itaú, Facebook, Ultrafarma, Vivo, Casas Bahia, Sky Pré-Pago, Bigtrail e Cartão de Todos. Tem ainda os merchandisings e os horários vendidos a igrejas neopentecostais”.

No momento, a RedeTV! paga um salário base de R$ 1.612,88 para seus radialistas de funções básicas. O Sindicato afirma que os trabalhadores não recebem reajustes nas cláusulas econômicas desde 2017. Nem sequer o vale-refeição foi reajustado neste período. Os operadores de câmera afirmam receber um salário na base dos R$ 2 mil, enquanto outras redes de televisão pagam a média de R$ 3.200 aos funcionários que exercem a mesma função.

Até mesmo a emissora do pastor R.R Soares paga um valor bem mais alto do que da empresa de Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho. Na Rede Internacional de Televisão, de conteúdo religioso, os operadores de câmera ganham cerca de R$ 3400. Ou seja, uma emissora de alcance menor cumprindo com o que está estipulado e outra nacionalmente conhecida não cumpre as normas. 

Segundo o jornalista Ricardo Feltrin, do UOL, parte dos câmeras e operadores de áudio não estão trabalhando, E com isso gerou dificuldade para gravar o programa de Claudete Troiano. A emissora teve que contratar uma empresa terceirizada de limpeza para manter os protocolos de segurança por conta da pandemia. Ainda de acordo com a coluna, alguns funcionários que não aderiram à greve estão sendo deslocados para outras funções.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo

Tags Relacionadas: