Fechar
TV

Repórter da Band fica constrangido após homem defender Bolsonaro

Homem debochou da alta do preço da gasolina e diesel

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

O reajuste nos preços de gasolina e diesel após dois meses tem repercutido na imprensa televisiva. A Band enviou um repórter às ruas de Manaus (AM) para saber o que a população achou da nova medida da Petrobras. No entanto, o que era pra ser uma prestação de serviço acabou virando um momento desagradável após resposta debochada de um entrevistado ao profissional da emissora dos Saad.

O jornalista do canal fez plantão em um posto de gasolina da cidade e abordou um homem que estava abastecendo seu veículo. “Você pode destacar pra gente o que você tá achando do preço da gasolina que de ontem pra hoje já aumentou?“, questionou o comunicador, que em seguida teve uma resposta inesperada e constrangedora durante o “Amazonas Urgente’, o equivalente ao “Brasil Urgente”.

“Eu particularmente quando venho abastecer o meu carro não me preocupo com o preço da gasolina, quem tem que se preocupar com preço é quem trabalha de [transporte por aplicativo] ou então quem não tem dinheiro pra abastecer. Por mim pode chegar até R$ 10”, disparou o homem. Visivelmente sem graça, jornalista explicou para o público que o entrevistado não se importa em pagar mais caro pela gasolina e o diesel.

De acordo com comunicado da estatal enviado à imprensa, o preço médio da gasolina para as distribuidoras passa de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, o equivalente a 18,8% de aumento. Já para o diesel, o valor passa de R$ 3,61 para R$ 4,51, uma alta de 24,9%. A medida começou a valer a partir desta sexta-feira (11) e foi amplamente criticada em noticiários da TV ao longo do dia.

Continua após a publicidade

“Brasil Urgente” na Band

Momentos inusitados e inesperados costumam ocorrer com frequência no policialesco da Band. No último dia 11 de fevereiro o apresentador José Luiz Datena discutiu com Lucas Almeida Ferreira dos Santos, de 20 anos, suspeito acusado de desviar cerca de R$ 200 mil da conta bancária de Neymar Jr. O jovem foi preso na Zona Leste de São Paulo, mas solto pela polícia para responder em liberdade. O fato revoltou o contratado da Band.

“Lucas, aqui é o Datena. Cá entre nós, você não cometeu violência, mas você cometeu um crime. Você não acha que você é um cara de pau? Você roubou dinheiro da conta. É muito cara de pau. Você está gozando da cara da sociedade, é muita cara de pau sua falar que investiu dinheiro na casa sua. Você roubou dinheiro dos caras, pô. Você lesou a sociedade, investiu na sua casa, você deveria ser preso”, disparou.

Lucas ouviu tudo em silêncio e sem receio de olhar para a câmera. O comunicador ressaltou que o acusado não “seria exemplo para a sociedade” e se mostrou revoltado com a decisão da Justiça. “É que a justiça no Brasil favorece gente como você. Você acha que é legal incentivar as pessoas a roubarem e dizer que o banco tem as suas fragilidades? Você é um baita cara de pau, além de ser um ladrão”.

“Na sua opinião, você é um cara normal? Você acha que o exemplo que você está dando é legal?”, questionou Datena. Lucas se defendeu após a fala do apresentador. “Sim, sim. Sou um cara normal. Sou um cara estudioso, como vocês puderam ver universitário… Você não tem o direito de me esculachar”. A entrevista terminou após o jovem tirar todo equipamento de áudio e abandonar o local.

Tags Relacionadas: