Fechar
Momentos Tensos

Repórter da Globo sofre assalto em São Paulo: ‘Em choque’

Cristina Mayumi fez um desabafo por meio de suas redes sociais

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Uma repórter da Rede Globo revelou que foi vítima de um assalto e, por meio de suas redes sociais, relatou os momentos angustiantes que viveu no último final de semana. Cristina Mayumi contou que seu aparelho celular foi roubado e que os bandidos o utilizaram para transferir toda a quantia disponível em sua conta.

A jornalista disse que o crime aconteceu no bairro da Liberdade, localizado na Região Central de São Paulo. Cristina fez um desabafo e contou que ficou “em choque” quando se deu conta do que estava acontecendo com ela. A repórter disse que os ladrões fizeram diversas transferências que chegaram aos R$ 24 mil.

Cristina Mayumi revelou detalhes do momento que viveu e como agiu diante de uma situação tão desesperadora: “Não sabia o que fazia primeiro. Um amigo foi pra lá, uma amiga também, depois a gente saiu de lá, chegando em casa eu consegui ligar pra minha mãe, consegui bloquear o aparelho“.

Segundo relato feito pela jornalista da Globo, o aplicativo de seu banco foi utilizado para fazer transações. Cristina contou que R$ 24 mil foram retirados da conta bancária e detalhou de onde vieram os valores: “Em um dos aplicativos, tinham feito R$ 20 mil em empréstimo e R$ 4 mil de transferência PIX“.

Continua após a publicidade

A repórter questionou como os bandidos conseguiram fazer as operações, mesmo não tendo sua senha: “Uma coisa que não entendo é que, quando faço qualquer operação, eu preciso digitar a senha e ter o reconhecimento facial, mas os caras conseguiram entrar no aplicativo. O celular estava desbloqueado porque estava com o Waze ligado“.

Cristina disse que chegou ligar para a polícia e foi orientada a fazer um boletim de ocorrência pela internet. Porém, já sabendo o desfecho da história, desabafou dizendo que seria apenas mais um caso: “Liguei para a polícia e falaram para eu fazer um boletim online. Fiz. E? É isso, mais um número na estatística da polícia“.

A jornalista da Rede Globo, que sempre aparece nos telejornais “Bom Dia São Paulo” e “SP1”, finalizou seu relato acalmando seus seguidores e dizendo que estava bem, porém muito revoltada pelo que viveu no bairro paulista: “Pelo menos estou bem, não tive nada sério, só [estou] put* da vida”.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo